Slint – Spiderland (1991)

Disco menosprezado em 1991, Spiderland tornou-se um clássico de culto para quem aprecia pós-rock (e…

Dinosaur Jr. – You’re living all over me (1987)

O segundo álbum dos Dinosaur Jr., You’re All Living Over Me, é o mais pujante e influente do power trio. Reconciliar o alternativo com o classic rock é o seu grande legado.

Rush – Moving Pictures (1981)

O oitavo álbum dos Rush, Moving Pictures, é a sua indiscutível obra-prima. Engenhosa a sua conciliação entre o complicado prog e a depurada new wave.

8/10
Rui Reininho – 20.000 Éguas Submarinas (2021)

Rui Reininho é um dos nossos grandes heróis. E, ao contrário do célebre verso de Reinaldo Ferreira, este herói serve-se vivo!

8.5/10
black midi – Cavalcade (2021)

Cavalcade é, sem dúvida, um disco mais maduro que Schlagenheim.

8.5/10
Cory Hanson – Pale Horse Rider (2021)

O tom é lento, arrastado, lânguido, com a paisagem a revelar-se sem pressas à nossa frente, sem brusquidão ou violência.

The Smashing Pumpkins – Gish (1991)

Gish é uma caixa de duas mudanças, mete-se a primeira e é psicadelismo doce, mete-se a segunda e é rock pesado que não deixa prisioneiros.

7.5/10
Lambchop – Showtunes (2021)

Acusticidade, eletrónica e experimentalismo. A receita tem, sobretudo, estes ingredientes bem frescos.

7.5/10
A Lake by the Mõõn – Life in Warp (2021)

O primeiro longa-duração do músico das Caldas da Rainha, é um grito de protesto contra os sistemas que, todos os dias, contribuem para a destruição do nosso planeta.

7.5/10
Minta & The Brook Trout – Demolition Derby (2021)

Os Minta & The Brook Trout regressam com a delicadeza pop a que nos habituaram, um bálsamo em tempos confusos

Superwolves
8/10
Matt Sweeney & Bonnie Prince Billy – Superwolves (2021)

Superwolves é um disco íntimo e especial, das penas dos amigos Bonnie Prince Billy e Matt Sweeney.

7.5/10
SPIRIT OF THE BEEHIVE – ENTERTAINMENT, DEATH (2021)

ENTERTAINMENT, DEATH, quarto álbum dos SPIRIT OF THE BEEHIVE, oscila entre insanidade e delicadeza, eletrónica e psicadelismo, ácidos e sonolência.

7.5/10
NZCA Lines – Pure Luxury (2020)

Um álbum pandémico de escapismo dançável, refugiado no disco. Pure Luxury é uma pérola para ser descoberta nas pistas de dança num futuro próximo.

Beastie Boys - Pauls Boutique
Beastie Boys – Paul’s Boutique (1989)

O segundo álbum dos Beastie Boys, Paul’s Boutique, é um dos grandes clássicos dos anos de ouro do hip-hop, elevando a arte do sampling para um novo patamar.

8/10
King Gizzard and the Lizard Wizard – L.W. (2021)

L.W. é mais um óptimo disco a provar que os King Gizzard são a banda rock mais excitante da actualidade.

4/10
Matt Martians – Going Normal (2021)

O título do novo disco do teclista e produtor californiano é uma infeliz premonição. Matt…

7/10
David & Miguel – Palavras Cruzadas (2021)

Atire a primeira pedra quem nunca sofreu por amor. O sofrimento não acaba, mas tem cura. A música é a solução.

8.5/10
Bruno Pernadas – Private Reasons (2021)

A primeira coisa que nos apraz referir é que Private Reasons é um disco intrinsecamente pop.