“Running the World” – Jarvis Cocker

Uma canção sempre actual, infelizmente…

“Mulder and Scully” – Catatonia

Editado em 1998, International Velvet foi o segundo disco dos galeses Catatonia e aquele que assegurou o seu lugar na memória pop/rock, do qual este “Mulder and Scully” faz parte.

“The Wild Ones” – Suede

uma das mais belas baladas dos anos 90.

“Keep You Close” – dEUS

Uma excelente banda cujos discos podem ter saído de moda mas que valem sempre a pena.

“Turn” – Travis

Uma melodia bela e intensa, com um refrão maior que a vida que, durante um ano, fez dos Travis uma das bandas mais populares do mundo.

“Zero” – Yeah Yeah Yeahs

Uma banda que tem de voltar e que nunca devia ter cessado ou intervalado a sua atividade. Acreditemos.

“Lower Your Eyelids To Die With The Sun” – M83

Uma banda que já terá salvo vidas com as suas epopeias digitais.

“Stella Was A Diver And She Was Always Down” – Interpol

Não há amor como o primeiro, e no caso dos Interpol isso é evidente. Que saudades de 2002.

“What Became of the Likely Lads” – The Libertines

Pouco consensuais, mas essenciais para muito boa gente. Eis os Libertines em 2004, eis os Libertines em ponto de rebuçado.

“Outtathaway” – The Vines

Esquecidos há algum tempo, é certo, mas ainda sabe bem a eles voltar. Eis os australianos The Vines em 2002.

“Alabama” – John Coltrane

Escrita em homenagem às vítimas de um ataque bombista no estado homónimo, “Alabama” destaca-se no…

“Something Sweet, Something Tender” – Eric Dolphy

“Something Sweet, Something Tender” é um título enganador, já que faz-nos imaginar uma canção lenta e orelhuda.

“Lonely Woman” – Ornette Coleman

“Lonely Woman” é um testemunho dos poderes líricos do mestre do free jazz.

“Space Jazz Reverie” – Sun Ra and His Arkestra

“Space Jazz Reverie” é uma lufada de ar fresco.

“Moritat” – Sonny Rollins

Sonny Rollins é daqueles saxofonistas que podíamos ficar a ouvir horas a fio, tal é…

“Dat Dere” – Art Blakey and the Jazz Messengers

“Dat Dere” contém todo o swagger que caracteriza a música dos Jazz Messengers.

“Radio Cure” – Wilco

“Radio Cure” começa simples e escura até desembocar numa harmonia à Beatles que inunda tudo de luz.

“U Don’t Know” – Jay-Z

Em “U Don’t Know”, o produtor Just Blaze acelera o tempo do sample vocal de Bobby Bird.