“Senza Un Perché” – Nada

Há por aqui fãs de “The Young Pope”? Alguém? Se ninguém estiver de mão no…

“Nobody But You” – Lil’ Bob & the Lollipops

Boa onda, groove e bacanidão generalizada. É este o mix de “Nobody but You”, do…

“Smoking Cheeba Cheeba” – Harlem Underground Band

Já ouvi muitos sinónimos de cannabis, mas foram os Harlem Underground Band que me ensinaram…

Feu! Chatterton
“Cristaux Liquides” – Feu! Chatterton

Tendo a chegar tarde às coisas por isso só recentemente esbarrei com os Feu! Chatterton.…

“The Dripping Tap” – King Gizzard & The Lizard Wizard

“The Dripping Tap”, com os seus longos 18 minutos – a mais longa canção dos K.G., leva-nos numa montanha russa de sensações e estilos que tão bem os australianos conseguem fazer. Uma experiência sensorial que tem de ser sentida.

“Chaise Longue” – Wet Leg

“Chaise Longue”, primeiro single do seu disco homónimo, traz uma frescura e uma despreocupação que nos sabe tão bem.

“Traps” – Bloc Party

“Traps”, single inicial de Alpha Games, é uma bela canção indie rock, pujante, com todos os ingredientes que nos fizeram ser agarrados de imediato pelos Bloc Party. Um bom regresso.

“Flyin (like a fast train)” – Kurt Vile

Um ano em que haja novo disco de Kurt Vile é sempre um ano positivo.…

“Age of Anxiety I” – Arcade Fire

Uma canção incrível, como só os Arcade Fire conseguem gerar.

“Toda sexta-feira” – Belô Velloso

Uma canção perfeita para um dia perfeito, por via do que dele se avizinha. “Todo mundo canta” à sexta-feira. Todo o mundo acredita na eternidade dos dois dias seguintes. Uma das melhores ilusões da vida, a cada sexta-feira.

“Thursday’s Child” – David Bowie

É tudo tão belo, tão bonito, tão sereno que o melhor é fazermos silêncio para…

“Wednesday Morning, 3 AM – Simon & Garfunkel

É quarta-feira, ainda mal começou o dia. A canção parece que promove um bocejo bom,…

“Tuesday Afternoon” – The Moody Blues

E já é terça-feira (dia de “feira da ladra / abre hoje às cinco da…

“I Don’t Like Mondays” – The Boomtown Rats

É moda começar a semana dizendo mal do facto de ser segunda-feira. Muitos de nós…

“Work Song” – Nina Simone

Um tema forte, que fica ainda mais poderoso na colossal voz de Nina Simone.

“Factory” – Bruce Springsteen

“Factory” é um tema em que Bruce Springsteen surge mais politizado, revelando os seus pensamentos sobre a classe trabalhadora e as dificuldades do trabalho nas fábricas americanas, falando sobre os trabalhadores que passam horas no seu local de trabalho.

“Working Class Hero” – John Lennon

Este tema teve um papel relevante na construção do lado mais político de John Lennon. “Working Class Hero”, escrita em 1970, mostra a faceta mais revolucionária do ex-Beatle.

“Frankly, Mr. Shankly” – The Smiths

Já sabemos que Morrissey está muitas vezes rabugento mas neste tema leva o seu desconforto melodramático a um novo nível.