Howlin’ Wolf – Moanin’ in the Moonlight (1959)

Uma voz cavernosa na noite escura. O blues como transe e maldição.

Billie Holiday – Lady in Satin (1958)

Billy não canta, sofre; não interpreta, é. Entre a sua vida e a sua arte não há qualquer corrimão.

Miles Davis – Kind of Blue (1959)

Qual é o segredo de Kind of Blue? Porque é que é que quando inspeccionamos…

João Gilberto – Chega de Saudade (1959)

Passou quase despercebido à grande generalidade dos media (que surpresa…) mas um génio maior da…

Miles Davis – Ascenseur pour l’échafaud (1958)

Já que abrimos um precedente a semana passada e começámos aqui a falar no Altamont…