Tiago Crispim
82 Articles0 Comments

Passou a infância e juventude rodeado de discos. Lembra-se de chorar quando foi vendida a colecção de vinil lá de casa, no advento do cd, e ainda está ligeiramente traumatizado. Estudou comunicação e aos 25 anos começou a arranhar guitarras e teclas. Andou uns anos com a cabeça nas nuvens do FM, agora é mais redes e comunicação.

Festival Trampolim Gerador está de regresso ao Lumiar

Com início a 9 de Setembro, o festival é um conjunto de iniciativas, com concertos, gastronomia, arte urbana e muito mais.

Sneaker Pimps – Splinter (1999)

Depois de alcançarem o sucesso com “Six Underground”, os Sneaker Pimps livraram-se da vocalista e decidiram começar de novo. Resultado? Um disco negro, sujo e brilhante. Em 1999, os Sneaker Pimps iam para o seu segundo disco, depois do sucesso…

ABBA de regresso às canções

Quase 40 anos depois do último álbum de estúdio, os ABBA terão novo trabalho, com data de lançamento marcado para 5 de novembro.

The Divine Comedy com passagem por Portugal

Os concertos estão integrados na digressão “The Best Of Divine Comedy”, que revisita a carreira da banda em palco e onde poderemos ouvir os clássicos dos últimos 30 anos

St Vincent – Daddy’s Home (2021)

Em Daddy’s Home, St. Vincent faz uma homenagem ao pop de inícios de 70, descartando os sons do anterior Masseducation. Um disco diferente mas familiar. Primeiro, o óbvio. Como outros antes, Annie Clark merecia já ser apelidada de camaleónica, tais…

Vaarwell lançam versão ao vivo de Vertigo

O EP que, de acordo com a banda “marca um novo capítulo para os Vaarwell”, foi escrito entre Lisboa e Londres e “acaba por refletir também os tempos que temos vivido e a necessidade de nos cuidarmos uns aos outros”.

“Cuca Vida” faz um ano e tem direito a Tour

O primeiro aniversário de Cuca Vida cumpre-se nos palcos.

“Super Inertia” é a nova dos 10 000 Russos

O novo trabalho será lançado no dia 10 de Setembro pela editora londrina Fuzz Club Records e vai chamar-se Superinertia.

Casa do Capitão com novo espaço

O recente espaço da Casa do Capitão tem um novo palco no Hub Criativo do Beato: a Fábrica do Pão.

“My Baby Wants A Baby” – St. Vincent

“My Baby Wants A Baby” faz saltar imediatamente à atenção todas as referências de Shirelles e Supremes que se lembrarem, mas como se fosse um “Wall of Sound” em ácidos.

“Washing Machine Heart” – Mitski

Em “Washing Machine Heart”, Mitski navega por desgostos amorosos e ansiedades pessoais com facilidade nas analogias.

“Like I Used To” – Sharon Van Etten & Angel Olsen

Este “power duo” do indie rock é um cruzamento ambicioso entre duas das melhores compositoras e cantoras do universo indie/rock/folk.

“La Vie En Rose” – Lucy Dacus

Meio em francês, meio em inglês, esta interpretação do clássico de Piaf foi lançada em 2019, transformando-a numa canção perfeita para usar naquela parte dos filmes em que um dos membros do casal corre desesperadamente atrás do seu amor.

“Pristine” – Snail Mail

Menina-prodígio do rock, Lindsey Jordan lançou o primeiro disco aos 18 anos e esperamos ouvir novas canções num breve futuro. Até lá, deliciamo-nos com esta “Pristine”.

Playlist da Semana: Indie no feminino

Uma seleção de canções recentes com algumas das melhores vozes femininas do indie

NZCA Lines – Pure Luxury (2020)

Um álbum pandémico de escapismo dançável, refugiado no disco. Pure Luxury é uma pérola para ser descoberta nas pistas de dança num futuro próximo.

“Os Embeiçados” – Clã

Os discos para crianças deviam ser todos assim e no caso destes embeiçados, é caso para dizer que só se estraga uma casa.

Paul McCartney – McCartney III (2020)

Se McCartney pecou várias vezes na carreira por ser demasiado pop, em McCartney III está o mais longe disso que consegue.