Egberto Gismonti, Charlie Haden e Jan Garbarek – Folk Songs (1981)

Há que reconhecer que um trio como este – Gismonti, Haden e Garbarek – só pode produzir coisas boas e surpreendentes. Folk Songs é a prova disso mesmo. Quando nos metemos com os grandes, saímos sempre vitoriosos.

The Moody Blues – Long Distance Voyager (1981)

Quando os anos oitenta ameaçavam muitos daqueles que nas décadas passadas haviam produzido os seus melhores discos, Os The Moody Blues fizeram-se ao caminho, e ao décimo álbum deram uma enorme prova de vida.

Nick Cave and the Bad Seeds – Tender Prey (1988)

Ao quinto álbum, Nick Cave atinge a sua maturidade criativa, sintetizando a dissonância do seu passado pós-punk com um melodismo até então inédito. As más sementes teimando em crescer.

R.E.M.- Murmur (1983)

Murmur é um dos álbuns mais influentes dos anos 80, pilar da resistência indie contra um mainstream balofo e decadente. O college rock acabado de nascer.

… And Justice For All – Metallica (1988)

Tenho de começar esta crónica com o facto que mais marca este álbum – a…

Metallica – Ride the Lightning (1984)

Mil novecentos e oitenta e quatro – apenas um ano depois de lançarem o álbum de estreia, eis que os Metallica fazem nascer o que é um dos melhores álbuns da sua carreira. Ride the Lightning, o segundo álbum de estúdio do quarteto norte-americano, marca uma mudança face ao anterior Kill ‘em All: músicas com composições mais estudadas, jogos de tempos e ritmos, solos consistentes e letras estudadas.

Metallica – Kill ‘Em All (1983)

Estamos em 1983, na mágica América. A comunidade do metal está então dividida entre o…

Yanka Dyagileva – Angedonia (1989)

As mãos amigas não têm linguagem nem fronteiras que as separem.

The Smiths – The Queen is Dead (1986)

Um disco fabuloso de uma banda imortal, que urge revisitar sempre.

Bruce Springsteen – Born in The USA (1984)

E ao sétimo disco, Boss apresenta-se ao mundo nos seguintes preparos: rabo em primeiro plano,…

Bruce Springsteen – Nebraska (1982)

Querem bem à arte, não tragam nunca serenidade a quem a faz; um canalha de…

Bruce Springsteen – The River (1980)

A Mary engravidou e só tinha 17 anos. Para piorar a situação, o namorado teve…

Guns N’ Roses – G N’R Lies (1988)

Em 1987, Appetite For Destruction fora um retumbante sucesso. Agora, volvido um ano, era preciso pôr…

Guns N’ Roses – Appetite For Destruction (1987)

É, hoje em dia, no ano da graça de 2016, particularmente difícil explicar a um…

The (Hypothetical) Prophets – Around The World With The Prophets (1982)

Sobre o impacto do período pós-punk tanto na música pop como nas cenas mais experimentais…

The Cure – Standing On A Beach (1986)

Mesmo faltando a coesão sónica, propósito e direção de um álbum de estúdio, o sequenciamento desta colectânea é inteligente, um documento essencial na história da banda, fulcral para entender a sua evolução.

ABC – The Lexicon Of Love (1982)

Escrever sobre The Lexicon of Love, dos ABC, é um exercício misto de nostalgia e…

The Stranglers – The Gospel According To The Meninblack (1981)

Depois de vários discos de sucesso, tanto crítico como de vendas, os The Stranglers decidiram…