Diogo Barreto
136 Articles1 Comments

“I Heard It Through the Grapevine” – Creedence Clearwater Revival

Em 1970, para o disco Cosmo’s Factory, os CCR pegaram na canção e deram-lhe um tratamento mais ao estilo bluesy, complementando a sua versão com um magnífico (e longo) solo de guitarra.

“Baile de Máscaras (Recarnaval)” – Bala Desejo

Há uma coisa que os Bala Desejo sabem perfeitamente: “Não existe pecado do lado de baixo do Equador”. E é por terem estudado bem esta lição que podem fazer canções como “Baile de Máscaras (Recarnaval)”, uma orgia de MPB onde…

“La Solassitude” – Stromae

Paul Van Haver é um belga que gosta de fazer canções alegres e miná-las com poemas que até Ian Curtis iria achar deprimentes em demasia. Esta “La Solassitude” é um tema que versa sobre a incapacidade de se estar em…

“Back to the Radio” – Porridge Radio

As Porridge Radio pertencem àquela magnífica corrente de miúdas irritadas que encontram um escape em bandas de guitarras. Este single do seu novo disco é um exemplo perfeito da catarse agressiva que a vocalista, Dana Margolin, gosta de praticar. Tempo…

“Yo No Soy Celoso” – Bad Bunny

Bad Bunny é a maior estrela musical do Novo Continente. E não falamos apenas da América Latina onde o castelhano é a língua rainha, já que o porto riquenho também é o artista mais ouvido nos Estados Unidos. Mas, por…

Playlist da Semana: A arte de samplar

Para esta playlist procurámos samples que ganhem nova vida em canções alheias.

“The Heart Part 5” – Kendrick Lamar

A mais recente entrada da saga “The Heart” de Kendrick Lamar é, sem dúvida, a melhor. O rapper de Compton recorreu ao “corte e costura” de uma maravilhosa cantiga de de Marvin Gaye (a sample deu o mote para a playlist…

Kendrick Lamar – Mr. Morale & the Big Steppers (2022)

Kendrick Lamar não quer mais a coroa de salvador. No seu novo disco desvenda-nos os demónios que combateu nos últimos anos e permite-nos participar na sua catarse.

John Frusciante: uma história de queda e renascimento

Há uma secção da Internet dedicada a um lick de guitarra improvisado por John Frusciante durante uma entrevista com um canal de televisão dos Países Baixos em 1990. Esse vídeo de 30 segundos gerou centenas de outros vídeo, a maioria…

Big Thief –  Dragon New Warm Mountain I Believe in You (2022)

No seu quinto disco, os Big Thief procuram explorar todas as potencialidades da sua música. Vão do country, ao rock, ao indie e até ao trip-hop.

Os Filhotes do Zeca

José Afonso foi um dos maiores revolucionários da canção nacional e influenciou todas as gerações que lhe seguiram. Mas a herança de Zeca vai muito além da música.

José Afonso – Venham Mais Cinco (1973)

O disco mais arrojado de Zeca foi o último editado durante a ditadura. Trouxe uma revolução na secção rítmica e aperfeiçoou tudo o que o músico tinha fundado anteriormente.

José Afonso – Cantares do Andarilho (1968)

O segundo disco de Zeca Afonso é o alicerce para uma nova música popular portuguesa. E quando as raízes são fortes e profundas, a possibilidade de crescimento agiganta-se.

Morreu Ronnie Spector, a alma das Ronettes

A vocalista das Ronettes tinha 78 anos. Cantou em temas como “Be My Baby” e “Baby, I Love You”, canções que moldaram todo um imaginário no início da década de 60. Ronnie Spector era uma força da natureza, mas que…

“Portrait of Tracy” – Jaco Pastorius

Há canções que demonstram melhor o virtuosismo de Pastorius e outros baixistas capazes de maiores acrobacias, mas é em “Portrait of Tracy” que encontramos o revolucionário Jaco em pico de criatividade. Tirado do seu primeiro disco a solo, este tema…

“Blackbird” – Bobby Mcferrin

Kanye West acredita que a voz humana é o instrumento mais genial à face da Terra, aplicando-lhe modulacões e sobre-modulações para criar as camadas que usa nas suas canções. Já Bobby Mcferrin prefere a sua voz semi-livre de modulacões. A…

“Someone to Watch Over Me” – Keith Jarrett

Uma das mais tristes notícias da esfera cultural de 2020 foi aquela que anunciou que Keith Jarrett não voltaria a tocar piano. O mais genial dos improvisadores sofreu dois acidentes cardiovasculares que o deixaram paralisado da mão esquerda e incapacitado…

“If You Could See Me Now” – Wes Montgomery and the Wynton Kelly Trio

O solo de guitarra tocado por Wes Montgomery em “If You Could See Me Now” no disco Smokin’ at the Half Note é o solo favorito de Pat Metheny. A canção original foi composta por Tadd Dameron para Sarah Vaughan.…