The Beatles – Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band (1967)

Sgt. Pepper foi o auge da excentricidade dos Beatles. Em pleno Verão do Amor de 67, a criatividade da banda de Liverpool levou-os mais longe do que eles próprios, marcando a história da música com um dos melhores e mais complexos álbuns de sempre.

Temples – Volcano (2017)

Ao segundo disco, os Temples temperam o seu psicadelismo com pitadas de prog e de madchester. As canções continuam brilhantes mas não será a sua obsessão revivalista que fará o século sair de onde está.

Amon Düül II – Yeti (1970)

Yeti é um monstro sonoro que precisa de amigos. É, igualmente, uma explosão de sons, um cardápio de experimentalismo musical, um festim psicadélico e um banquete de drogas lisérgicas.

Muros

A década de 70 estava a chegar ao fim e a obra dos Pink Floyd entra em velocidade de cruzeiro. Mas haveria turbulência, drama e separações pelo caminho.

Pink Floyd – Wish You Were Here (1975)

Enquanto em Portugal se vivia o PREC do “Verão Quente de 1975”, em Londres, nos estúdios Abbey Road, os Pink Floyd chegavam a um impasse criativo nas gravações daquele que viria a ser o sucessor da sua obra-prima, Dark Side of the Moon.

Pink Floyd: Loucos anos 70

No início dos anos 70 a cena psicadélica começa a ficar para trás no caminho dos Pink Floyd e a sua sonoridade torna-se algo estranho e difícil de classificar.

Os portões do amanhecer

Pink Floyd: Um início

Zanibar Aliens – Bela Vista (2016)

Bela Vista não é só nostalgia retro, é também um disco que tresanda a vitalidade adolescente por todos os poros.

Black Mountain – IV (2016)

Um dos melhores discos de rock clássico do ano, sem dúvida, trazendo-nos o cheiro dos anos 70 aos dias de hoje.

The Coral – Distance Inbetween (2016)

Confesso que me entusiasmei com o aparecimento dos The Coral, no já distante ano de 2002. Vi neles uma banda com enorme potencial de crescimento, como se costuma hoje dizer em relação a jogadores da bola. A banda parecia-me segura…

David Bowie – The Man Who Sold The World (1970)

Os anos sessenta tinham acabado de dar o seu último suspiro. Com o fim da década mais incrível da História, tanto nível cultural como social, as mudanças começaram a surgir em ritmos cada vez mais frenéticos. A ideia de paz…

David Gilmour – Rattle That Lock (2015)

Com a morte do teclista Richard Wright em 2008, qualquer possibilidade de juntar os Pink Floyd em palco (após 20 gloriosos minutos no Live 8) esfumou-se. Tanto Roger Waters como David Gilmour desde então têm fumado o cachimbo da paz…

Reportagem: Reis da República || Sabotage Club

Eis um nome a reter: Reis da República. À primeira vista, são uma banda formada por seis jovens, discretos e inocentes, de indumentárias que vão do sapato de vela à camisa, passando pelo casaco de ganga e skinny jeans. Mas,…

“Comfortably Numb” – Pink Floyd

Com “Confortably Numb”, os Floyd-propriamente-ditos despedem-se do mundo. Bonita a despedida, pá.

Pink Floyd – The Wall (1979)

Se um extraterrestre aterrasse na nossa sala e nos exigisse as amostras mais relevantes do conceito Pink Floyd, teríamos de lhe entregar pelo menos três discos: The Piper at the Gates of Dawn, The Dark Side of the Moon e The Wall.

“Pigs On The Wing Part One & Two” – Pink Floyd

“Pigs On The Wing” é a luz no meio da escuridão que é este disco.

Capitão “Syd” Fausto || Lux

É costume dizer-se que os Pink Floyd apenas se tornaram no que são hoje em dia com a partida do seu membro fundador, Roger “Syd” Barrett. O génio de Syd durou pouco mas enquanto brilhou provocou sensações que poucos podem sequer…

“Vegetable Man” – Pink Floyd

No dia que os Capitão Fausto sobem ao palco do Lux para interpretarem temas de Syd Barrett, seja com os Pink Floyd, seja a solo, deixamo-vos aqui um inédito de Syd Barrett enquanto parte integrante da banda de Waters, Gilmour,…