Pink Floyd – A Momentary Lapse of Reason (1987)

Em 1987, sem Waters no comando, David Gilmour assume as rédeas e transforma uma banda de culto num monstro de estádios mas faz os Pink Floyd aproximarem-se perigosamente dos fãs de U2 e Dire Straits.

Pink Floyd – Animals (1977)

Entalado entre Wish You Were Here e The Wall, Animals é um disco duro e violento, mas que merece o seu lugar entre os melhores da discografia dos Pink Floyd.

“Shine On You Crazy Diamond” – Pink Floyd

A aura de Syd Barrett está presente em “Shine On You Crazy Diamond”, uma das mais brilhantes composições dos Pink Floyd.

Pink Floyd – Meddle (1971)

Quando se ouve Meddle e, principalmente, a faixa “Echoes” percebemos até onde nos estamos a aproximar do verdadeiro som dos Pink Floyd. A frase pertence a David Gilmour, inserida DVD comemorativo do trigésimo aniversário de Dark Side of the Moon,…

“Set The Controls For The Heart Of The Sun” – Pink Floyd

Com elementos de guitarra de Syd Barrett e David Gilmour, “Set The Controls For The Heart Of The Sun” é a única faixa em todo o extenso catálogo dos Pink Floyd que tem a participação de todos os membros originais da banda.

Pink Floyd – Atom Heart Mother (1970)

Os Pink Floyd chegam ao inicio da década de 1970, apostados em continuar a experimentar. Saem os as canções psicadélicas da era-Barrett e entram as orquestras, os coros, o rock progressivo e as vacas.

Pink Floyd – Ummagumma (1969)

Sem Barrett, os Pink Floyd estavam à beira do abismo. Ummagumma foi um tiro no escuro que, apesar de não ter sido muito bem sucedido, foi o primeiro passo para um futuro glorioso. Em 1969 os Pink Floyd estavam num…

Pink Floyd – More (1969)

Os Pink Floyd dão de encontro com a 7ª Arte. Uma relação com altos e baixos mas que fez deles um grupo à parte dos seus pares na descoberta da originalidade.

“Careful with That Axe, Eugene” – Pink Floyd

“Careful with That Axe, Eugene” é das melhores composições dos Pink Floyd da era pré-Dark Side of the Moon.

Playlist da Semana: Pink “Waters” Floyd

Em homenagem à mente criativa dos Pink Floyd, escolhemos uma selecção de canções escritas e cantadas por por Roger Waters, tanto de Floyd como a solo. Será, certamente, uma bela viagem.

The Damned: os jogos de Captain Sensible

Uma entrevista bastante punk, sem exagero (ou com vários, como preferirem).

Jonathan Wilson – Rare Birds (2018)

Ao terceiro capítulo, Jonathan Wilson acrescenta ao seu rock clássico algumas incursões sobre o soft rock. As canções continuam belíssimas mas a sua desmedida ambição prega-lhe algumas rasteiras.

OK Computer: o regresso ao futuro com os Radiohead

Os hipsters preferirão o Kid A, glorificando a sua inacessibilidade. Os nazis da simplicidade pop escolherão o The Bends, apedrejando “Paranoid Android” pelas suas cedências ao prog. Mas as pessoas razoáveis optarão sempre por OK Computer, um disco desmedidamente belo e sem vergonha de o ser.

The Black Angels – Death Song (2017)

Com Death Song, os Black Angels completam o nome da música que serviu de grande inspiração a tudo isto, a mítica “The Black Angel’s Death Song”, dos Velvet Underground.

King Gizzard & Lizard Wizard – Murder of the Universe (2017)

Bonita homenagem dos Gizzard ao prog rock, tão barroca como frenética e divertida. Porta-aviões novamente ao fundo.

Floating Points – Reflections–Mojave Desert (2017)

No seu terceiro registo com banda, Sam Shepherd assume por inteiro esta nova faceta do seu projeto Floating Points e surpreende com o belíssimo álbum-filme Reflections – Mojave Desert.

Boogarins – Lá Vem a Morte (2017)

Em Lá Vem a Morte, os Boogarins abandonam a doçura e a inocência de outros tempos e dão-nos um disco mais difícil, mais claustrofóbico e com menos brilho do que os tiros certeiros anteriores.

Roger Waters – Is This the Life We Really Want? (2017)

O “homem mais zangado do rock” regressa com um disco profundamente político, uma obra maior que não tem medo de, musicalmente, recuperar algumas das muitas forças dos Pink Floyd.