Rádio Clube Altamont #4 – A Garota Não | The Doors | Summer of Soul

Os eleitos para análise foram desta feita 2 de Abril, disco de A Garota Não, L.A. Woman, mítico álbum dos Doors e por fim o documentário “Summer of Soul”, que nos faz recuar até 1969 e a um acontecimento que estava esquecido no tempo.

“An American Prayer” – The Doors

Ressuscitemos a coragem da rebeldia, e façamos das presentes palavras de Jim Morrison, uma celebração da loucura saudável. Amén.

Rádio Clube Altamont #3 – Big Thief | Fausto | Licorice Pizza

Rádio Clube Altamont, parceria Altamont.pt e Futura – Rádio de Autor vem neste mês de Abril debruçar-se sobre o recente disco dos Big Thief, “Dragon New Warm Mountain I Believe in You”, recua até 1982 e quiçá ainda mais uns…

“Summer’s Almost Gone” – The Doors

O tempo passa demasiado depressa, sobretudo quando estamos de férias e a aproveitar o Verão. Ainda há tempo, nada temam. Haverá ocasião, mais tarde, para nos interrogarmos, como fazem os Doors neste “Summer’s almost gone”: onde estaremos quando o Verão…

Echo & the Bunnymen – Ocean Rain (1984)

O quarto álbum dos Echo & the Bunnymen, Ocean Rain, é a sua consensual obra-prima: orquestral, misteriosa, evocativa.

Sparks – A Steady Drip, Drip, Drip (2020)

A Steady Drip, Drip, Drip é o mais recente disco dos Sparks. A particular arte pop teatral da banda ainda mexe e Ron e Russell continuam a fazer discos bastante curiosos.

“People Are Strange” – The Doors

Em 1968 Jim Morrison fazia das suas e os Doors eram banidos do Ed Sullivan show.

White Light – Parable (1974)

Defendo que a música deve ser julgada por si, pelo seu resultado, independentemente da história ou do conceito por trás. Mas há histórias que são simplesmente demasiado boas para deixar passar. É esse o caso dos White Light, banda escocesa…

The Doors vão lançar gravações de 1966 recém descobertas

Os The Doors vão lançar um novo disco. Trata-se de um disco ao vivo com gravações recentemente descobertas datadas de 1966, tornando-as nas mais antigas conhecidas até à data. O álbum, intitulado London Fog 1966, traz-nos sete canções gravadas precisamente…

The Coral – Distance Inbetween (2016)

Confesso que me entusiasmei com o aparecimento dos The Coral, no já distante ano de 2002. Vi neles uma banda com enorme potencial de crescimento, como se costuma hoje dizer em relação a jogadores da bola. A banda parecia-me segura…

Música e Política, um casamento feito na América

O aparecimento de artistas em campanhas eleitorais não é de agora. Eu por exemplo vi pela primeira vez o Marco Paulo ao vivo num comício. E nas últimas presidências vi António Manuel Ribeiro em arruadas com Paulo Morais e Miguel…

King Gizzard & the Lizard Wizard – Paper Mâché Dream Balloon (2015)

Caso seriíssimo de talento e imaginação, os King Gizzard & The Lizard Wizard, são sete rapazes australianos, que editaram em 2012 o primeiro disco, e desde então, têm lançado dois discos por ano. Chegam, por isso, ao fim de 2015…

“Light My Fire” – The Doors

A 3 de Junho de 1967 era lançada “Light My Fire”, música do primeiro disco de originais da banda californiana The Doors. A canção, que seria encurtada para ter “airplay” nas rádios, acabaria por chegar aos primeiros lugares da tabelas pouco tempo mais tarde o que fez a popularidade do grupo disparar, surgindo convites para tocar em vários programas televisivos.

“Roadhouse Blues” – The Doors

“Roadhouse Blues” dos Doors pede o som bem alto, um cigarro e olhos fechados. Abanar a cabeça, bater o pé, aproveitar o martelar do piano e a electricidade da guitarra e deixar-nos transportar até 1970.

Wildest Dreams – Wildest Dreams (2014)

Pode o disco rock do ano ter sido feito por um Dj? Pode bem ter acontecido. Vamos por partes. DJ Harvey, o nome pelo qual é mais conhecido o britânico Harvey W Bassett, é um nome estabelecido entre os gurus…

The Doors: o lado negro dos 60s

Na noite de 27 de Julho de 1969 os Doors e os Led Zeppelin partilharam o mesmo palco num festival em Seattle. Se Deus existisse, e houvesse o mínimo sentido de justiça cósmica, eu teria estado lá. Cruelmente, nem sequer…

“The End” – The Doors

A trajectória de “The End” ao longo do tempo, acaba por se tornar o paradigma da própria banda. Um fim sempre longe de terminar.

Jerry Hopkins e Daniel Sugerman – No One Here Gets Out Alive (1980)

1992. O ano em que este “Daqui ninguém sai vivo” é editado em Portugal, pela estimável Assírio & Alvim, na mesma colecção fantástica que trouxe ao público nacional livros, em português, sobre Tom Waits, Lou Reed, Patti Smith e muitos,…