Canção do dia: The Battle of Hampton Roads – Titus Andronicus

Emoção! A adolescência é um casulo de arame farpado: as asas tendem a sair rasgadas. Emoção, pois claro. Loucos são aqueles que em vez de gritarem ao saírem, fazem blasé soar a nome de cor com a qual pintam a…

Wire – Wire (2015)

“Wire are an English rock band, formed in London in October 1976”. Parece incrível que cheguemos ao ano de 2015 com os Wire no activo, com 39 anos de carreira e 14 álbuns em cima. Pensar que uma das bandas…

Metz – II (2015)

O rock está, inquestionavelmente, fora de moda. Sinto, a cada ano que passa, uma maior dificuldade em encontrar bandas com nervo rock, com guitarras a descarregar energia, com concertos a deixar-nos suados. Não vejo bandas a dizerem que as suas…

Canção do Dia: Too Drunk To Fuck – Dead Kennedys

Um dos conjuntos mais abrasivos e politicamente engajados da história do punk, os Dead Kennedys (que nome perfeito para uma banda deste campeonato!) fizeram do seu som de guitarras barulhentas uma colagem de punk, surf-rock e garage. Em 1981, a…

Canção do Dia: All Around the World – The Jam

Se os Jam copiaram o som sujo e rápido dos Pistols, fizeram também questão de se demarcar dos seus mestres punk em vários aspectos. E não me refiro apenas aos fatos «mod» impecavelmente engomados no lugar das roupas rasgadas e maltrapilhas.…

“Quando Eu Morrer” – Xutos & Pontapés

Se os Xutos nunca foram punks na sua música, foram-no sem dúvida na sua atitude, especialmente nos primeiros discos. No clássico «Quando Eu Morrer» do álbum de estreia, esse espírito punk está bem patente no recurso deliberado ao mau gosto,…

Canção do Dia: Sonic Reducer – Dead Boys

O punk nasceu em Nova Iorque, nas sarjetas sujas do CBGB. Os Ramones foram os pioneiros mas rapidamente surgiram discípulos, nenhuns tão selvagens como os Dead Boys. O seu som cru e caótico, e as suas actuações anárquicas e demolidoras,…

Canção do Dia: The Stooges – I Wanna Be Your Dog

Oficialmente, o punk nasceu em ’76 com o primeiro e influente álbum dos Ramones. Contudo, sete anos antes, já os Stooges apunkalhavam definitivamente a questão com a crueza e sujidade deste “I Wanna Be Your Dog”. Para termos uma ideia…

Canção do Dia: The Clash – Lost in the Supermarket

Em ’79, os Clash surpreendem tudo e todos com o heterodoxo London Calling, um disco que se liberta das convenções estéticas do punk, ao mesmo tempo que mantém inalterada a sua atitude de rock de combate. Nesta “Lost in the…

Seminário: o Punk em análise

Realiza-se por estes dias, no Porto, um Congresso pioneiro em Portugal, que vai analisar as contraculturas semeadas com o movimento punk. “Keep It Simple, Make It Fast! Underground Music Scenes and DIY Cultures” reúne alguns dos principais investigadores, de todo…

João Ribas – O Herói Punk que nos deixa cedo de mais

Morreu este domingo, em Lisboa, o grande herói punk português. João Ribas, actual vocalista e guitarrista dos Tara Perdida, esteve activo na cena musical portuguesa desde o início dos anos 80. Com os Censurados, banda de culto do início dos…

Reportagem: Toy Dolls // Mata-Ratos || TMN ao Vivo

O TMN ao Vivo abriu as portas no último Sábado, para mais uma noite com dois fantásticos concertos. Os Mata-Ratos ficaram a cargo da primeira parte dos ingleses Toy Dolls e ambas as performances foram estrondosas! Ao iniciarem com “Napalm…

O Espelho e a Revolta

As palavras e a musica nascem à sombra de dois conflitos principais. Entre o homem e o mundo, e entre o homem e a sua própria consciência. Quando o mundo é mais forte (quase sempre) a consciência reclama, incomoda, faz…

A Crónica de Coisíssima Nenhuma

Noite solitária em casa, comando na mão e toca a tropeçar sobre as possibilidades do cabo, estupidez, vazio, absurdo. De repente imagens familiares de Londres, jovens bêbados enrolados em tiras de cabedal e tachas distribuídas ao acaso destroem um Rolls…

Parquet Courts – Light Up Gold (2012)

E o mote deste disco é: “Sempre a Rasgar”. E é esse o sentimento que ficou desde os primeiros segundos em que ouvi “Borrowed Time”. Punk Rock no seu melhor logo certinho desde a primeira música “Master of My Craft”.…

Wild Flag – Wild Flag (2011)

Constituído por quatro mulheres rockeiras, os Wild Flag não são propriamente uma banda de miúdas novas que se juntaram para tocar rock por ser uma cena indie uma mulher de guitarra. Não. Estas rockgirls já cá andam há muito porém…