Sérgio Godinho – Mútuo Consentimento (2011)

Um disco apenas bom, traído por algumas canções menores. Destaque para a valsa gótica “Em Dias Consecutivos”, de uma beleza arrepiante.

Sérgio Godinho – Tinta Permanente (1993)

Um disco elegante, que cruza a guitarra com pinceladas jazz e arranjos eruditos. Pelo menos dois temas tornam-se canónicos: a arabesca “O Elixir da Eterna Juventude” e a soturna “Fotos de Fogo”.

Sérgio Godinho – Sérgio Godinho canta com os Amigos do Gaspar (1988)

Isto não é um disco, é um pedaço de infância. “É Tão Bom” que voltamos para lá.

Sérgio Godinho – Salão de Festas (1984)

Um disco incompreendido na época mas redescoberto pela geração seguinte. “Coro das Velhas” e “Quimera do Ouro” ficam para a posteridade.

Sérgio Godinho – De Pequenino se Torce o Destino (1976)

O disco português mais interessante feito no turbulento PREC, albergando pérolas como “O Namoro” e “Os Demónios de Alcácer Quibir”.

Sérgio Godinho – Os Sobreviventes (1972)

Sérgio Godinho encontrou uma identidade própria logo no seu disco de estreia. “Que Força é Essa”, “O Charlatão” e “Maré Alta” perduram até hoje.

Playlist da Semana: 33 revoluções por minuto

Quando os ares do tempo são tão bafientos, nada como tirar o pó aos velhinhos vinis de música popular portuguesa e pô-los outra vez a rodar.

José Afonso – José Afonso ao Vivo (2019)

Zeca em Coimbra em 1968. Zeca em Carreço em 1980. Dois concertos inéditos agora publicados pela Tradisom. A história da música portuguesa a acontecer.

Diabo na Cruz – Lebre (2018)

Lebre é um álbum bipolar, que oscila entre a alegria de bailarico e a epopeia sombria. O folclore tuga permanece mas desta vez vestido de prog rock. Gaiteiros de Lisboa meets King Crimson.

Canção do Dia: Engrenagem – José Mário Branco

Era 1972. Desterrado em Paris, José Mário Branco grava o seu segundo álbum: Margem de Certa Maneira. «Engrenagem» é uma das várias canções do disco com sabor amargo a exílio e ditadura. O que é interessante na canção é que…

Altamont Entrevista: Diabo na Cruz

O Diabo na Cruz acaba de lançar um novo álbum. É um disco homónimo, o terceiro da carreira deste supergrupo. E foi o motivo para um refresco num jardim lisboeta, com Jorge Cruz, vocalista e mentor do Diabo na Cruz,…

Canção do Dia: José Afonso – Nefretite Não Tinha Papeira

Quando ouvimos o nome “Zeca Afonso”, pensamos de imediato em canções de intervenção. Contudo, talvez dois terços das suas canções não tenham qualquer conteúdo político, sendo ancoradas no cancioneiro popular ou no surrealismo mais desbragado. É neste último chapéu que…