Vídeos

Turno da noite, abelhas e livros. Uma conversa com Lucy Dacus

Com o regresso, esta semana, do Vodafone Paredes de Coura, lembramos a nossa entrevista com a talentosa Lucy Dacus, feita no ano passado.

Rolling Blackouts Coastal Fever: a próxima grande banda que já o é

Fran e Joe falaram connosco acerca do álbum Hope Downs, de trocadilhos em nomes de bandas, de lounge hardcore, de queijos, do sentido de aventura e de causas para olhos arregalados. Uma conversa mesmo divertida, a não perder.

Donny Benét e a procura do amor nos sítios errados

Numa conversa de duas partes numa só, Donny falou connosco acerca dos sítios onde se pode encontrar o amor.

IDLES e a ética familiar

Os britânicos IDLES serão indiscutivelmente um dos maiores fenómenos de música a surgir nos últimos anos.

Os olhos nas linhas de Steve Gunn

Foram duas, as vezes que o muito amável e respeitável Steve Gunn falou com o…

Perfume Genius: gerir um banco e as unhas

Com a inteligência e sensibilidade que lhe são características, Mike Hadreas falou connosco acerca de unhas, de como gerir um banco, de como se tornar mais hardcore e de perfumes chamados “Reseest”.

Two Door Cinema Club a concurso

O álbum Gameshow deu o mote à conversa: jogos, bebidas, redes sociais e os inevitáveis concursos.

Sampha: a única entrevista feliz

Sampha ter-nos-á dado uma das primeiras – senão a única – entrevista minimamente feliz. Falou connosco acerca dos sentimentos evocados pelo incrível single Blood On Me, a relação entre conflitos e cores, sobre Michael Jackson e Kanye West.

A Place to Bury Strangers: a conversa que dura para sempre

Oliver, Dion e John falam connosco sobre concertos que não existiram, de azares, do génio de Emil Nikolaisen, de destruir salas e das bandas que APTBS escolhem como as mais intensas de sempre.

Ride: de regresso para Weather Diaries

De uma reunião pouco expectável para a edição de um novo disco. Uma entrevista a Mark Gardener dos Ride.

The Wombats: os emojis de Matthew Murphy

À conversa com Matthew Murphy, muito divertido, e claramente preocupado com o novo corte de cabelo, falámos de pessoas chamadas Isabel, de mudanças para Nova Iorque e de emojis, muitos emojis.

Mac McCaughan (Superchunk): a comédia como solução

Falámos de tudo: comida, angústia, dos Superchunk e Portastatic, e de muita comédia – como The Best Show e dos gostos pessoais do Mac, cuja relação com o humor é de grande proximidade.

The Damned: os jogos de Captain Sensible

Uma entrevista bastante punk, sem exagero (ou com vários, como preferirem).

Sunflower Bean: antes dos vinte-e-dois, em castanho

Os Sunflower Bean falaram do incrível “Human Ceremony”, do tempo, de ser fãs dos clássicos, do ano de 2013, de que música devemos dar a crianças, de quantos concertos tocaram e de ser a banda mais fixe que há.

Boogarins: a entrevista “chapada”

Dinho, Ynaiã, Benke e Rapha falaram sobre peixe-boi, Red Hot Chili Peppers, tocar perto de um rio, tocar perto do Rio, animais espirituais, o que fazer depois da morte – naquela que muitos já chamam a entrevista mais “chapada” da banda até agora.

John Grant: vícios e falar russo

John Grant está de volta no próximo ano, numa colaboração com os Wrangler, com o nome de Creep Show. Por isso, recuperamos a presença do autor americano no Made of Things.

Alex Cameron: testemunhas forçadas de um poeta evidente

Alex Cameron: testemunhas forçadas de um poeta evidente

Os anos 60 nos dias de hoje, segundo os Black Angels

Em 2017 já todos sabem quem são os Black Angels