Miguel Moura
77 Articles0 Comentários

Algures entre o músico amador e o amante de música, neste site, sou na maior parte das vezes o segundo. Escrevo sobre os outros porque não sei escrever sobre mim.

Vodafone Paredes de Coura 2019 – Dia 2

Os New Order deram um concerto magnífico, os Capitão Fausto tiveram uma ingrata tarefa, e houve surpresas e nova casa cheia – Coura avança, com toda a confiança.

Vodafone Paredes de Coura 2019 – Dia 1

Muita gente no primeiro dia de um festival único. Que bom é voltar ao ‘Couraíso’.

Vem Aí Festival: Vodafone Paredes de Coura 2019

Peregrinamos mais uma vez até ao Couraíso para levarmos um banho de rio, sol e muita música.

“Soul Fire” – Lee “Scratch” Perry

Gravado no mítico Black Ark, “Soul Fire”, seria considerada uma canção de protesto.

“Your Teeth in My Neck” – Scientist

Discípulo de King Tubby, Scientist é responsável pelo melhor dub produzido na década de oitenta.

“Stop Them Jah” – Augustus Pablo

Augustus Jah contém todos os ingredientes que formam um bom dub: guitarras e tarolas com delay interminável, uma linha de melodica memorável e a atmosfera vaporosa que caracteriza o género.

“Five Nights of Bleeding (for Leroy Harris)” – Poet and the Root

Dedicada a Leroy Harris, a vítima mortal de uma rixa, “Five Nights of Bleeding (for Leroy Harris)” vê o poeta Linton Kwesi Johnson a retratar a realidade da comunidade negra.

“I and I Survive” – Burning Spear

Um dub sóbrio e orelhudo assombrado por um piano fantasmagórico.

Playlist da Semana: Dub no Prato

Hinos de sempre, pérolas escondidas e muito delay.

Super Bock Super Rock 2019 – Dia 3

O Super Bock Super Rock 2019 despediu-se de nós com a Electric Lady Janelle Monáe, Masego e um DJ set triunfante de Disclosure

Super Bock Super Rock 2019 – Dia 2

No seu segundo dia, o Super Bock muda de foco. A eletrónica reina num dia dedicado a batidas titânicas e grooves intoxicantes.

Super Bock Super Rock 2019 – Dia 1

Regressámos ao Super Bock Super Rock, com um primeiro dia a rebentar pelas costuras de tanta promessa que se vê espalhada pelos palcos.

Alfa Mist – Structuralism (2019)

Alfa Mist amadureceu e dá-nos um disco de jazz abstrato que não poderia ter sido feito por outro senão ele.

The 13th Floor Elevators – The Psychedelic Sounds of The 13th Floor Elevators (1966)

Mais do que o primeiro disco a utilizar o adjetivo “psicadélico” no seu título, a estreia dos 13th Floor Elevators acendeu a chama que daria origem à revolução do ano seguinte.

Matt Martians – The Last Party (2019)

The Last Party lembra-nos que os The Internet são muito mais que Syd e Steve Lacy.

Anderson .Paak – Ventura (2019)

O álbum tenta frequentemente emular Malibu mas falta-lhe uma certa coerência e atenção ao detalhe.

King Gizzard & the Lizard Wizard – Fishing for Fishies (2019)

Estamos com sorte. Fishing for Fishies representa uma tentativa “falhada” de fazer um disco de blues.

Panda Bear || Culturgest

Um concerto a apontar para o futuro da música do senhor Noah Lennox.