slowthai – TYRON (2021)

Slowthai rima com polémica e irresponsabilidade.

Paul McCartney – McCartney II (1980)

Corria o ano de 1980. Mesmo antes da dissolução dos Wings, Paul McCartney virou-se para o experimentalismo e sintetizadores. Gravado totalmente em casa, era McCartney II.

James Blake – James Blake (2011)

O álbum de estreia de James Blake traz algo que não se ouvia há muito tempo na pop: uma refrescante originalidade.

Billie Eilish – When We All Fall Asleep, Where Do We Go? (2019)

Ao longo da história da pop há sempre estes momentos em que as pessoas se fartam do excesso de artifício e reclamam um pouco de verdade. A verdade chegou e chama-se Billie.

NOS Primavera Sound 2019 – Dia 2

O segundo dia do NOS Primavera Sound trouxe o bom tempo e um punhado de ótimos e variados concertos. De J Balvin a James Blake, houve de tudo um pouco.

Vem Aí Festival: NOS Primavera Sound 2019

O NOS Primavera Sound 2019 está já ao virar da esquina.

James Blake – Assume Form (2019)

E assim, para a surpresa de todos, Assume Form, o novo álbum de James Blake, é um disco de amor.

Aí está o cartaz do NOS Primavera Sound

O NOS Primavera Sound revelou o cartaz completo para o próximo verão

Travis Scott – ASTROWORLD (2018)

A promessa estava feita desde 2016. Contudo, só dois anos depois é que ASTROWORLD viu a luz do dia. E bastaram quatro dias de anúncio prévio para que este foguetão construído por Travis Scott se tornasse o centro de atenção do mundo.

“Don’t Miss It” – James Blake

Venha de lá nova epifania, estimável Blake. E depressa.

“Air & Lack Thereof” – James Blake

Uma recordação de Blake num período prévio em que a procura era não tanto a proximidade com o formato canção mas sim o namoro com a experimentação.

NOS Alive 2017 – Dia 2

Ao segundo dia, o rock! O NOS Alive resolveu, em 24 horas, mudar agulhas e fazer soar mais alto os riffs e os solos das guitarras.

Flotus – Lambchop (2016)

Este disco pode ser a cura de todos os males. Dita assim, a frase encerra uma verdade tão absoluta que nem mesmo alguma desonestidade que nela vai expressa lhe retira o essencial: o novo disco dos Lambchop veio para nos…

Bon Iver – 22, A Million (2016)

Bon Iver regressa depois de cinco anos de espera com um disco agridoce, de canções íntimas e dolorosas, algumas verdadeiramente difíceis de ouvir, a oscilar entre momentos de grandeza e excesso de auto-tune.

Discos do ano – balanço do primeiro semestre

Vivemos tempos de abundância. A facilidade com que hoje se consegue gravar e lançar um disco é espantosa e torna bastante mais interessante o trabalho de quem se alimenta de novas edições. 2016 já vai a meio e é boa altura…

James Blake – The Colour in Anything (2016)

James Blake ainda não completou 30 primaveras mas é dono, já, de uma estética musical muito própria. The Colour in Anything, o seu novo álbum, não é o momento maior da sua discografia mas abre portas (janelas, vá…) e mundo para o futuro – e não deixa de ter uma mão cheia de canções magníficas.

Beyoncé – Lemonade (2016)

Jay Z, ficas avisado: “If you try this shit again, You gon’ lose your wife.”

Canção do dia: I Need a Forest Fire – James Blake (ft. Bon Iver)

Começava a tornar-se insuportável a espera pelo novo álbum do britânico James Blake. The Colour in Anything, o terceiro longa duração do músico, foi revelado na semana passada e ainda está a ser processado – é um álbum longo, denso,…