The Smiths – Strangeways, Here We Come (1987)

Uma maravilhosa blasfémia contra os próprios dogmas dos Smiths.

Playlist da Semana: Club Indie Rock

Há dez anos era o indie rock que nos punha a sair à noite e dar tudo. Estes êxitos fizeram vibrar as pistas de sítios como Incógnito, Suave, Eclipse, Bedroom, Jamaica ou Roterdão. O indie era fresco e parecia maior que a vida. Brindemos então aos tempos excitantes do indie rock.

Guns N’ Roses: a banda gigante que o mundo esqueceu

Eu Judas Iscariotes me confesso. Porque amei os Guns desalmadamente na minha adolescência e depois os traí por trinta dinheiros. Dêem-me uma corda e uma velha figueira, não sem antes vos contar a minha torpe história. O meu primeiro concerto…

Cavalheiro – Mar Morto (2015)

Comecemos pela fineza de apresentar sua senhoria: Cavalheiro é o mui nobre alter-ego do songwriter portuense Tiago Ferreira, a espalhar o seu obséquio desde 2010. Nesse ano assinou o longa-duração Primeiro, uma espécie de Bill Callahan à Gomes de Sá, com o…

Canção do dia: The Battle of Hampton Roads – Titus Andronicus

Emoção! A adolescência é um casulo de arame farpado: as asas tendem a sair rasgadas. Emoção, pois claro. Loucos são aqueles que em vez de gritarem ao saírem, fazem blasé soar a nome de cor com a qual pintam a…

Albert Hammond Jr. – Momentary Masters (2015)

Albert Hammond Jr. é um tipo ocupado. Não lhe chega ser guitarrista de uma das maiores e melhores bandas do rock deste milénio – os Strokes – como vai já no seu terceiro disco a solo. É claro que Strokes…

Will Butler – Policy (2015)

Estamos habituados a vê-lo actuar numa das maiores bandas do momento, a tocar diferentes instrumentos, a atirar tambores, palco acima, palco abaixo. Sim, Will Butler não é um artista qualquer e sempre soube dar espectáculo em grupo. Arrisca agora sozinho…

Allah-Las – Worship the Sun (2014)

O segundo disco dos Allah-Las, Worship the Sun, foi lançado a Setembro deste ano e passou(-nos) relativamente despercebido – o que, atendendo à forma como nos seduziu o primeiro (Allah-Las), indicia qualquer coisa. Não que seja um mau disco, digo-o…