Seu Jorge + Daniel Jobim || Jardins do Marquês 2022

A segunda edição do Festival Jardins do Marquês chegou ao fim. O Altamont esteve no fecho para assistir a um bonito concerto de Seu Jorge e Daniel Jobim. Mas não só. O mestre Tom foi figura omnipresente.

Milton Nascimento – Geraes (1976)

Geraes vem na sequência de Minas. Estão ligados umbilicalmente, embora não sejam gémeos. Ou, se entenderem que são, serão falsos, se bem que conservem alguns traços de união. É, no fundo, mais um disco histórico de Milton Nascimento. Geraes abriu…

“Façamos (Vamos Amar)” – Elza Soares e Chico Buarque

A Primavera está de volta. Pois então, façamos. Vamos amar.

Chico Buarque – Construção (1971)

Comemorar cinquenta anos de vida sem que o tempo tenha deixado marcas de desgaste e de padecimento, não é para todos.

Sérgio Godinho em entrevista: “A criação tem algo de mágico e misterioso”

Estivemos à conversa com Sérgio Godinho. Tudo girou à volta da sua nova canção, “O Novo Normal” (uma reflexão sobre a pandemia que se abateu sobre nós) e do que há de godinhiano na mesma.

Sérgio Godinho – Coincidências (1983)

Sérgio Godinho queria que Coincidências fosse um disco de total intercâmbio entre o seu Portugal e o Brasil de muitos dos seus ídolos musicais. No entanto, essa viagem acabou por ficar a meio. Mas pouco importa, uma vez que o disco resultou muito bem.

Sérgio Godinho – Canto da Boca (1981)

Canto da Boca encerra uma das mais frutíferas trilogias da canção nacional e permitiu a Sérgio Godinho desbravar caminho para uma nova fase da sua carreira.

Devendra Banhart – Ma (2019)

Devendra Banhart soltou o seu lado mais feminino em Ma. O resultado é extraordinário. Um conjunto de 13 canções de grande coesão e sensibilidade. Banhart regressou à sua essência e a sua genialidade, desta vez, soube dar-lhe o braço.

“Cálice” – Chico Buarque

Começamos semana dedicada ao Brasil com clássico da resistência.

Vem Aí Festival: NOS Alive 2018

O NOS Alive 2018 está a chegar! É assim todos os anos, e esta décima segunda edição promete ser a melhor de sempre. Quer saber as razões? Então leia o que aqui vos deixamos.

Chico Buarque || Coliseu dos Recreios

O regresso abençoado de Chico Buarque, doze anos depois. Foi bonita a festa, pá!

“Tua Cantiga” – Chico Buarque

Uma canção polémica. Para ouvir e refletir.

“Tua Cantiga” – Chico Buarque

Nunca se dá por perdido um ano em que Chico Buarque nos brinda com música nova. E se 2017 foi, em várias escalas, um ano trágico, a verdade é que tivemos direito a Caravanas.

Maria Bethânia || Coliseu dos Recreios

Voltou a “Rainha dos raios”, voltou a Voz, mas também “a sereia que dança, a destemida Iara”, voltou a Lisboa a enorme Maria Bethânia!

Chico Buarque – Caravanas (2017)

Caravanas traz de volta Chico Buarque. É mais um disco feito à sua medida, a única que nos vem mostrando há anos.

Música e cinema de acesso gratuito, no MIMO Festival Amarante

A cidade de Amarante volta a ser palco do MIMO Festival Amarante que se realiza de 21 a 23 de Julho e conta com 52 actividades, entre música, cinema, programa educativo, fórum de ideias e poesia.

Novo disco de originais de Chico Buarque quase a chegar

Chico Buarque está quase a chegar e vem de Caravana, título que põe fim a um hiato de seis anos sem gravar.

Taiguara – Imyra, Tayra, Ipy (1976)

Imyra, Tayra, Ipy é um assombro! Um disco verdadeiramente único, um autêntico ovni que surgiu no panorama da MPB em 1976, para ir desaparecendo quase sem deixar rasto.