Sharon Jones & the Dap-Kings – Soul of a Woman (2017)

Antes de partir, Sharon Jones deixou-nos um extraordinário disco, que consegue juntar todas forças desta incrível Soul Woman.

Massive Attack – Blue Lines (1991)

Em pleno século XX, Blue Lines inventa o som do século XXI. A receita é simples: música de dança para a cabeça e não para os pés. 

50 anos sem Otis Redding

Homenageamos o enorme Otis Redding, fundamental vulto da soul que perdeu a vida há exactamente 50 anos.

Marvin Gaye – What’s Going On (1971)

Golpe de estado na Motown. Marvin Gaye exige total controlo artístico sobre a sua obra. O crime compensa. What’s Going On é uma das sete maravilhas do mundo.

The Clash – London Calling (1979)

O punk, já não como regulamento, mas sim como puro espírito.

“King Heroin” – James Brown

Canção do Dia: “King Heroin” – James Brown

“What’s Going On” – Marvin Gaye

Canção do dia: “What’s Going On” – Marvin Gaye

Sharon Jones, o adeus ao furacão da Geórgia

Num ano que fica tristemente marcado pela partida de muitos dos nossos heróis, a lista cresceu na sexta-feira com a morte da cantora de soul Sharon Jones. Tinha 60 anos e foi vitimada pelo cancro contra o qual lutava há…

Do Mississippi a Chicago: o apogeu da história do blues

No lamento da voz, no deslizar dolente das cordas da guitarra, nos bemóis do diabo, o blues conta toda a lúgubre história da comunidade negra nos Estados Unidos.

Como um gato do Japão: as sete vidas que Bowie nos deu

Há tanta heterogeneidade no seu percurso – no estilo de vida, aparência, sexualidade, drugs of choice, música que fez – que parece que Bowie não viveu uma vida mas muitas, “like a cat from Japan”, como o próprio nos chamou a atenção em “Ziggy Stardust”.

David Bowie – Young Americans (1975)

Ziggy Stardust deu a David Bowie a fama de que ele precisava, mas não necessariamente a que queria. O alienígena andrógino, descido à terra para salvar o mundo com mensagens de paz e de amor, acabou por se tornar num…

Canção do dia: Annie – Neon Indian

Já desde 2011, ano em que lançaram Era Extraña, que não ouvíamos nada novo dos chillwavers Neon Indian. A espera terminou quando, na semana passada, a banda de Alan Palomo partilhou o novo single, “Annie”. Com uma sonoridade próxima do primeiro álbum Psychic Chasms, mas com…

Alabama Shakes – Sound & Color (2015)

E eis que se passaram três anos e os artistas de Boys & Girls deixaram de ser meninos e meninas. Se manter a fórmula de 2012 – quando “Hold On” ofereceu a Alabama Shakes um lugar de respeito no mundo…

Tyler, The Creator – Cherry Bomb (2015)

“Eu sou inteligente. Sou brilhante. Sou irritante e desagradável. Sou muito criativo e um génio sem limites. Sou, também, curioso e não tenho medo de explorar e fazer perguntas. E acho que as pessoas estão a começar a ver essas…

Matthew E. White – Fresh Blood (2015)

Fresh Blood, o segundo disco de Matthew E. White, é uma das maravilhas que este ano já trouxe. Façamos uma breve apresentação do sr. White: 32 anos, nascido em Richmond, Virginia, amante do jazz, da soul, do gospel e do…

Canção do Dia: Coming Home – Leon Bridges

Leon Bridges. Um nome a fixar! Conheci esta canção através da Rádio, que ainda tem esse condão, de dar a conhecer. Das primeiras vezes que ouvi, não sabia em que época estava. Pesquisei um pouco e quase todas as fotografias são…

Sharon Jones & The Dap Kings || Aula Magna

Aos 58 anos, Jones continua uma verdadeira dinamite em palco, fazendo casar cada nota da sua inqualificável voz com o ritmo incansável do seu metro e meio de altura.

Paolo Nutini – Caustic Love (2014)

Que surpresa! Este disco já é o terceiro de Paolo Nutini, mas vou considerá-lo o primeiro de uma nova fase. O escocês já faz música há alguns anos mas, pelo menos por cá, sempre passou meio despercebido. Dos dois primeiros…