Caetano Veloso – Outras Palavras (1981)

Outras Palavras foi o primeiro Disco de Ouro da carreira de Caetano Veloso, e percebe-se facilmente a razão: é um tremendo álbum, repleto de clássicos e de amor em forma de sons e palavras, de outras palavras, entenda-se.

Salma e Mac – Entrevista

Desde há muito que o Altamont tem dado o devido destaque à banda brasileira Carne Doce nas páginas deste site. Fomos percebendo e entendendo a sua evolução, o seu crescimento, a forma como se foram transformando num projeto vigoroso e…

Gilberto Gil – Expresso 2222 (1972)

Há que comemorar o álbum Expresso 2222 . Ele faz 50 anos e o seu autor, Gilberto Gil, conta já com mais trinta. Dois números de peso que cimentam um disco, uma carreira e um músico de exceção. Andamos sempre atentos a…

Bala Desejo – Sim Sim Sim (2022)

Bala Desejo é coisa boa, música que faz pensar na MPB dos anos 70, junção milagrosa de Caetano, Rita Lee, Ben e Novos Baianos nos sons e nas vozes de Julia, Dora, Zé e Lucas. Um pequeno milagre musical! Julia,…

Caetano Veloso – Transa (1972)

A data é comemorativa, mas servirá sobretudo como lembrete: ouvir Transa é urgente, mesmo passados 50 anos do seu aparecimento público, ou até talvez por isso. O antes e o agora revelam que o disco, afinal, não tem a idade…

“Ilê Ayê” – Gilberto Gil

Do álbum Refavela, editado em 1977, “Ilê Ayê” é um poderoso documento musical que debate e dá visibilidade à questão da identidade negra brasileira. A mestria singular de Gilberto Gil combina funk, reggae, afrobeat e MPB, numa revisitação às raízes…

Caetano Veloso – Meu Coco (2021)

Será possível que o mundo inteiro possa caber dentro da rodela de um disco? Sim, pode. Sobretudo quando esse mundo tão particular existe no coco de um grande criador. Meu Coco, meu mundo. Eis o antes, o agora e o depois no…

Gilberto Gil || Coliseu dos Recreios

A tour europeia de Gilberto Gil passou pelas Portas de Santo Antão. No Coliseu dos Recreios, o mestre baiano trouxe a magia de todos os tempos numa bonita viagem familiar. Foi muito bom vê-lo subir de novo ao palco.

Mãeana – Mãeana 2 (2021)

O segundo rebento de Mãeana chega com a mesma dose de encantamento do seu primeiro momento de maternidade. Resta-nos recebê-lo de braços abertos.

Caetano Veloso, Gal Costa e Gilberto Gil – Temporada de Verão (1974)

Voltar a Temporada de Verão foi um inesperado e abençoado acontecimento!

Tim Bernardes || Centro Cultural de Belém

A noite foi de emoções bonitas, sofridas e caseiras. No “quarto” de Tim Bernardes, passámos a conhecer melhor o seu mundo, todo feito de intimidades, como se se tratasse de um segredo que o músico resolveu partilhar connosco.

Gilberto Gil – Ok Ok Ok (2018)

Ícone vivo da música popular brasileira regressa aos discos.

Gilberto Gil estará Ok Ok Ok a 17 de agosto

Há muitos anos que Gilberto Gil não gravava um disco de temas inéditos.

Caetano Moreno Zeca Tom Veloso – Ofertório (Ao Vivo) (2018)

Uma voz que nos toca, que nos penetra, uma voz que faz parte de nós.

Vários Artistas – Tropicália ou Panis et Circenses (1968)

Em vez de armas de fogo e repressão, a palavra cantada e a estética acolhedora e fulgurante do amor e da paz.

Chico Buarque – Caravanas (2017)

Caravanas traz de volta Chico Buarque. É mais um disco feito à sua medida, a única que nos vem mostrando há anos.

Taiguara – Imyra, Tayra, Ipy (1976)

Imyra, Tayra, Ipy é um assombro! Um disco verdadeiramente único, um autêntico ovni que surgiu no panorama da MPB em 1976, para ir desaparecendo quase sem deixar rasto.

Caetano Veloso e Gilberto Gil || Coliseu dos Recreios

Segunda passagem por Lisboa da turnê “Dois Amigos, Um Século”, depois de em Julho do ano passado terem actuado no EDP Cool Jazz Fest. Felizmente ouviram as minhas preces, já que com muita pena não pude ir nessa altura e…