Elis Regina & Tom Jobim – Elis & Tom (1974)

É tido como um dos melhores discos de sempre da música brasileira, casa da melhor das versões de “Águas de Março”, a música que Elis & Tom eternizaram.

Seu Jorge + Daniel Jobim || Jardins do Marquês 2022

A segunda edição do Festival Jardins do Marquês chegou ao fim. O Altamont esteve no fecho para assistir a um bonito concerto de Seu Jorge e Daniel Jobim. Mas não só. O mestre Tom foi figura omnipresente.

João Gilberto e Stan Getz – Getz/Gilberto (1964)

É bossa nova? É jazz? Não, é Getz/Gilberto. Um dos discos definidores dos anos 60.

Eumir Deodato – Prelude (1973)

Ouvir Prelude 46 anos depois do seu nascimento é uma obrigação e um prazer.

Joe Jackson – Fool (2019)

Fool marca o regresso de Joe Jackson aos discos. O recente trabalho do músico inglês joga com as sortes e os azares da vida. E se o tom do disco tende para o lado da soturnidade, também é verdade que o brilho do nosso good ol’ Joe nunca nos deixa às escuras.

Maria Bethânia || Coliseu dos Recreios

Voltou a “Rainha dos raios”, voltou a Voz, mas também “a sereia que dança, a destemida Iara”, voltou a Lisboa a enorme Maria Bethânia!

Pedro Luís e A Parede – Astronauta Tupy (1997)

Astronauta Tupy é um bloco de som que não larga os ouvidos que lhe quiserem dar a devida atenção. Tudo nele mexe, tudo nele salta, tudo nele se ajeita para uma festa carioca que vale um tesouro.

Capitão Fausto – Capitão Fausto têm os Dias Contados (2016)

A música como escapismo nunca me disse nada. Enganar os tolos com pão e circo é um costume tão antigo como degradante. Se não for para mergulhar de cabeça na tragédia humana, então não vale a pena. Talvez por isso…

Reportagem: Stacey Kent || CCB

Não obstante a cantora de jazz Stacey Kent ser norte-americana e viver em Inglaterra, jogou em casa no CCB. Passo a explicar. A ser verdade que a nossa pátria é a língua portuguesa, Stacey é nossa mais que merecida compatriota:…