Jessica Pratt – Quiet Signs (2019)

Quiet Signs é decididamente americano, um americanismo bucólico paralisado na natureza morta das palavras de Whitman e, agora, recuperado pelo timbre anasalado de Pratt.

“This Time Around” – Jessica Pratt

Sob as cordas da guitarra, que estremecem os mesmos acordes simples como uma dança ensaiada, Pratt cumprimenta-nos.

“Back, Baby” – Jessica Pratt

A voz que sai da garganta de Jessica Pratt não é uma qualquer: não sendo bem voz de pessoa, a sua riqueza jaz simultaneamente na sua imensa humanidade, uma simbiose perfeita de uma doçura de criança e de um coaxar…

Vodafone Mexefest 2016 – Dia 2

A chuva resolveu marcar presença no segundo e último dia do Vodafone Mexefest. Nós não lhe demos importância. Festa molhada, festa abençoada. O cartaz resultou bem, e o pulo de qualidade em relação à véspera notou-se sem grande esforço. Vários…

On Your Own Love Again – Jessica Pratt

Canção-título do último disco de Jessica Pratt, editado em 2015, “On your own love again” é um tema central no disco: pela sua extrema concisão, por ser mais directo no revelar das suas intenções (a melodia e a voz numa…

Sara Não Tem Nome – Ω III (2015)

Já não sei o que nos oferece mais o Brasil de hoje, se jogadores de futebol ao mundo, ou se novos e bons músicos. Os recentes Ronaldinhos e Neymares da MPB vão-se acumulando todos os anos, e ainda bem. As nossas…

Reportagem: Jessica Pratt || ZDB

Quando os dias começam a ficar mais escuros e a chuva cai com mais frequência é sinal de que os grandes concertos estão de regresso à Galeria Zé dos Bois, em Lisboa. No último dia 28 de Outubro, essa profecia…

Ryley Walker – Primrose Green

Ryley Walker é um dos guitarristas que mais vem procurando renovar e dialogar com a História da música folk, country e bluegrass americana. Muitas referências têm sido feitas na forma de encarar a sua música, em particular a este Primrose…

Jessica Pratt – On Your Own Love Again (2015)

Nestas primeiras semanas de 2015 já saíram alguns discos interessantes, como a tensão rock que reforma o pós-punk dos Viet Cong, o novo disco dos australianos Pond, a nova investida dos seus compatriotas Twerps (um bom esforço onde a escrita de…