Listas

Os melhores discos de 2014

Comentários (6)
  1. Marco Teixeira diz:

    Parabéns ao altamont por tudo. Site excepcional feito por melomanos para melomános. Hoje em dia faz-se música com grande qualidade, mas nunca esta foi tão efémera e perene. Já se sabe que os meios de audição permitem a massificação, que as novas gerações ouvens músicas e não albúns, e mesmo as músicas raramente de príncipio ao fim. Trintão entradote, sou de outro tempo, e vejo a música como arte e não imagino outro conceito que não seja o de albúm. Doq ue ouvo que consta nessa lista: Fico contente pela consagração do MArk Kozelec. O tipo é uma besta, deprimido, bipolar e depressivo, mas é um músico excepcional. Fã hardcore dos Red House Painters nunca percebi na altura porque é o homem não era celebrado como um dos maiores génios do universo. Com outras encarnações vejo-o finalmente a obter o reconhecimento que a sua prolífica e brilhante carreira justifica. O Benji é um disco fabuloso, não pelas melodias mas pelo story-telling crú e despejado de atificios. Pelas histórias pessoas retratadas com uma frieza tão frontal, sem barreiras, sem sofismas. Obra de arte que perdurará. O War on Drugs é engraçado, mas não percebo o hype. Soa-me a Mike Scott a solo requentado. A FKA tem aparecido em muitas listas. A míuda canta bem, vê-se que há marketing sério a insuflar a coisa, mas não me convence. Comparaçãoes com Portishead então…. Os albuns do Beck e do Albarn são óptimos e estão a anos luz do pastiche indie do DeMArco. O Run the Jweels para mim não é bem música. O melhor albúm que ouvi este ano foi dos Twilight Sad que em Portugal não parecem existir, assim como o Nick Talbot dos GranvenHusrt que faleceu sem que ninguém tivesse dado por isso. Foi um ano morno musicalmente falando, mau se contarmos que os U2 lançaram um vírus. Bom 2015. Continuem!

  2. Daniel diz:

    um reparo: o “2” não é o álbum de estreia do Mac deMarco, mas sim o “Rock And Roll Nightclub”. De resto, bom top! (embora Capitão Fausto devesse estar no top 3 :D)

Escrever resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *