“Mother Earth” – Neil Young

As preocupações ambientais sempre fizeram parte do reportório musical de Neil Young.

“Space Talk” – Asha Puthli

Pouco tem sido escrito e falado sobre Asha Puthli. Descobri-a na semana passada, depois de…

“Frontier” – Holly Herndon

PROTO é o trabalho mais tecnologicamente ambicioso de Holly Herndon, mas é também um disco extremamente humano.

“Dracula Mountain” – Lightning Bolt

É quase com a maior das certezas que podemos afirmar que, com apenas dois instrumentos, não há banda mais barulhenta no planeta Terra que estes gajos.

“Gentle Persuasion” – Doug Hream Blunt

Ao vivo e a cores ou nas vossas casas, ouçam Doug Hream Blunt, porque a música dele merece ser redescoberta.

“Lions” – Jenny Hval

O maravilhoso mundo de Jenny Hval.

“Once Around the Block” – Badly Drawn Boy

Sempre de gorro, Badly Drawn Boy foi ponta de lança da música independente em Inglaterra na viragem para o século XXI.

“Passo a Passo” – Joao Coração

Vasculhando os recantos da nossa memória recente, esta semana estamos a recuperar bandas e artistas…

“Charity Fucker” – Stowaways

Esta semana, dedicamos as canções do dia e a playlist a algumas bandas que desapareceram…

“Adeus Europa” – Corsage

O que será feito dos Corsage? Excelente banda pop-rock independente, lançou dois óptimos discos mas…

“Everything About You” – Ugly Kid Joe

Os Ugly Kid Joe nunca foram a melhor banda do mundo mas quando lançaram o…

“Hip Hop Hooray” – Naughty By Nature

“Hip Hop Hooray” é um clássico total a ser recordado 17 anos depois de ter sido lançado.

“Dreams” – L’Épée

L’Épée é uma nova banda de rock psicadélico oriunda de França. A banda é composta…

“Here I Am” – Adam Green & Binki Shapiro

O álbum que juntou Adam Green e Binki Shapiro data já de 2013. Este foi…

“Running” – Helado Negro

“Running” é uma melodia nostálgica mas que nos promete um amanhã melhor.

“Estrela da Tarde” – Carlos do Carmo

Paixão desenfreada, luxúria entre amantes e o homem certo para os cantar.

“I Remember Me” – Silver Jews

David Berman fez da sua depressão tábua rasa para canções bonitas.

“Chega de Saudade” – João Gilberto

São menos de dois minutos de beleza infinita, com um ritmo inebriante e complexo composto por Jobim que serve de cama para que Gilberto desenrole por entre a sua língua e lábios as palavras de Vinicius, derretendo corações a cada segundo.