Os Filhotes do Zeca

José Afonso foi um dos maiores revolucionários da canção nacional e influenciou todas as gerações que lhe seguiram. Mas a herança de Zeca vai muito além da música.

“Já o Tempo Se Habitua” – B Fachada

Entre os músicos da nova geração, B Fachada é o mais digno herdeiro de Zeca Afonso. Não de forma copista decalcada, mas precisamente pela liberdade com que cria e pela pureza com que escreve.

Samuel Úria – Nem lhe tocava (2009)

Em 2009, Samuel Úria editava o seu primeiro álbum por uma grande editora. Agora, vários anos mais tarde, Nem Lhe Tocava continua a ser um dos álbuns nacionais que vale a pena ouvir.

Vários Artistas – Tozé Brito (de) novo (2021)

Tozé Brito (de) Novo é uma homenagem dos músicos da nova geração a um dos maiores compositores de sempre da música portuguesa. Com mais de 50 anos de carreira e mais de 500 canções de sua autoria, o álbum mostra que as boas canções são intemporais.

“Olá Então Como Vais?” – Benjamim + B Fachada

É o grande dueto deste ano. Benjamim e B Fachada fazem de Tozé Brito e Paulo de Carvalho, a recriar um tema de 1979 sobre um triângulo amoroso que se findou. Esta versão foi a primeira a ser divulgada e…

Benjamim || Lux

Volvidos três álbuns, voltámos a Santa Apolónia para comemorar o aniversário do lançamento de Vias de Extinção, gravado durante o primeiro confinamento.

Casa do Capitão com novo espaço

O recente espaço da Casa do Capitão tem um novo palco no Hub Criativo do Beato: a Fábrica do Pão.

“Como Calha” – B Fachada

O tom da canção é festivo, com uns sintetizadores marados, umas imagens meio surrealistas, mas com um sentido claro: “Não se ama como calha”, infelizmente.

Os melhores discos nacionais de 2020

Apesar de todas as condicionantes da pandemia, voltámos a ter grandes discos, tanto de consagrados como de gente nova. Estas são as nossas escolhas nacionais para 2020.

“Dá mais música à bófia” – B Fachada

Se manifestantes e polícias se divertem no mesmo jogo erótico, onde raio para a luta de classes? Cínico e provocador, como B Fachada sempre o é.

“Namorada” – B Fachada

De Rapazes e Raposas, destacamos o tema “namorada” pelo estilo sarcástico e mordaz, capaz de alegrar o dia de qualquer um.

B Fachada – Rapazes e Raposas (2020)

Uma ausência prolongada desembocou num disco surpresa e trouxe de volta o mais galante bardo da nossa praça. O disco é excelente, como seria de esperar, mas é a primeira vez que Fachada não inventa novas linguagens. Há seis anos…

“Deus, Pátria e Família” – B Fachada

Uma das composições mais impressionantes da música portuguesa.

Luís Severo – O Sol Voltou (2019)

Onde Luís Severo era citadino, bem-disposto e orelhudo, O Sol Voltou é pastoral, melancólico e deliciosamente esquivo.

Festival L’Agosto anuncia cartaz

Edição de 2019 acontece logo nos primeiros dias do mês e muda de local

“Monogamia” – B Fachada

“Monogamia” existe na posição ingrata de não estar em nenhum dos muitos discos que B Fachada lançou.

Em Cada Esquina Um Amigo || Voz do Operário

Uma bonita homenagem a Zeca Afonso, organizada pela Produções Incêndio, que foi das cordas de nylon ao sampler, das raízes da música de intervenção do século XX à música interventiva dominante no século XXI – o hip-hop. Manuel Seatra e…

Luís Severo – Luís Severo (2017)

Em apenas oito canções, Luís Severo afirma-se como certeza cada vez maior da música nacional. Um disco simples, que parte da estreita relação entre piano e voz, mas rapidamente levanta voo e faz uma ponte entre a Lisboa de hoje e de há 40 anos.