Ana Lúcia Tiago
28 Articles0 Comments

Shame – Drunk Tank Pink (2021)

Drunk Tank Pink é uma catarse coletiva ao som de um álbum Rock como deve ser.

“Dylan Thomas” – Better Oblivion Community Center

Com a dose certa de intensidade, refrões quase catchy sobre demónios interiores e instrumentais rock com guitarras bem presentes, eis “Dylan Thomas”.

“Jaipur” – Mr Twin Sister

Banda de Nova Iorque formada em 2008, os Mr Twin Sister serão com certeza amiúde descobertos enquanto aos autores da sample que Kendrick Lamar usou no single “The Recipe”.

“To The End (La Comedie)” – Blur e Françoise Hardy

As duas vozes, ainda que conversando em línguas diferentes, encaixam perfeitamente, em particular quando Damon Albarn e Françoise Hardy cantam juntos o último refrão em Francês.

“At The Indie Disco” – The Divine Comedy

Single de apresentação do álbum de 2010 de Neil Hannon, Bang Goes the Knighthood.

“Paciência” – Bia Maria

Bia Maria editou em 2019 o seu primeiro trabalho Mal Me Queres, Bem Te Quero pela chancela da Chinfrim Discos.

Playlist da Semana: Comme Il Faut

A playlist desta semana é um conjunto de canções que piscam o olho à francofonia.

Conjunto Cuca Monga – Cuca Vida (2020)

Totalmente gravado à distância em modo cadáver-esquisito, Cuca Vida é um bem-disposto e despretensioso mergulho no grupo de WhatsApp da Cuca Monga, cheio de private jokes, piscadelas de olho ao mundo digital e reflexões sobre a amizade.

“Don’t Make Me Over” – Julia Holter

Uma bela interpretação de uma das mais interessantes vozes do Indie feminino atual.

“Cravado” – Laure Briard

Laure Briard é de Toulouse e canta um doce indie-pop em francês, lembrando o legado de Françoise Hardy e de outras afins.

“Your Cover’s Blown” – Belle and Sebastian

Um ótimo exemplo do que Belle and Sebastian fazem melhor: refrões dançantes com deliciosos apontamentos eletrónicos que tornam impossível ficarmos quietos.

“Anda Estragar-me os Planos (Ao Vivo)” – Afonso Cabral

Afonso Cabral e Francisca Cortesão: duas das mais doces vozes da música portuguesa atualmente. Uma delícia.

“So Far Around the Bend” – The National

Mantendo-nos fiéis ao tema da playlist da semana, hoje temos “So Far Around The Bend”, contribuição dos National para a colectânea Dark Was The Night, é a proposta de canção para o dia de hoje.

Playlist da Semana: Extended Play

B-sides, singles perdidos, covers ou EPs. Esta playlist convida-vos a descer, numa qualquer página do Spotify, até ao separador de “Singles and EPs” e experimentar a maravilhosa sensação de frescura que é descobrir novas canções quando achávamos que já tínhamos ouvido tudo.

TOPS – I Feel Alive (2020)

I Feel Alive é um disco introspetivo para dançar ao som de coloridos sintetizadores saídos de décadas passadas, guitarras solares e a ocasional flauta.

“Maxwell’s Silver Hammer” – The Beatles

Apesar de ter tido uma gravação morosa para os restantes Beatles, “Maxwell’s Silver Hammer” é de uma ironia deliciosa, contrastando a melodia quase infantil, com a violência da história que Paul nos vai contando, de forma inocente, sobre Maxwell.

“Michelle” – The Beatles

Com arranjos descomplicados e doces que parecem querer levar-nos até às margens do Sena, “Michelle” é uma bonita canção de amor.

The Beatles – Help! (1965)

Help! é um álbum com uma crise de identidade que acompanha o amadurecimento da banda e que prepara o palco para a revolução que seriam os álbuns dos Beatles nos anos seguintes.