raul cisto
53 Articles0 Comentários

Raul Cisto, n. 1980, gosta pouco de rock n roll.

Mão Morta – No Fim era o Frio (2019)

E é quando o metano para já armazenado nas calotes glaciares se libertar que conheceremos enfim o final desta coisa: o cheiro no ar, meus amigos, será de peido perene. Qualquer esperança é para fazer rir e Adolfo sabe-o.

Tool – Aenima (1996)

Aenima é, basicamente, rock psicadélico. E é um dos melhores jamais feito.

Thom Yorke – Anima (2019)

Claramente melhor apreciado com uma grande taulada em cima, ou apenas em observando a tragédia distópica silenciosa do dia-a-dia, sentado num assento de carruagem de metropolitano.

The Brian Jonestown Massacre – The Brian Jonestown Massacre (2019)

Há quem viaje pela viagem. É assim a música de TBJM, para tripar com rock n roll, música low-fi de atmosfera preenchida, elíptica, sem refrão, ainda assim de certa maneira humilde e incrivelmente catchy.

not 4/4

O Altamont leva-nos a uma viagem descomplexada aos diferentes ritmos que populam no mundo pop/rock.

Lee Ranaldo – Electric Trim (2017)

Electric Trim é um album incongruente em que não se percebe bem ao que vem Lee Ranaldo. Ligeiro e desinspirado, parece no entanto ter surgido de grandes ambições.

Thurston Moore – Rock N Roll Consciousness (2017)

Se com os Sonic Youth a estrutura das músicas frequentemente andava em torno da ideia Verse Chorus NOISE Verse, terminando mais ou menos como começou, Thurston Moore a preferir agora estruturar as músicas em segmentos de uma viagem que não precisa de retornar à origem.

SQURL

Gosto deste trabalho dos SQURL. Para quem não sabe, “é a banda do Jim Jarmusch”. Reparei neles precisamente durante o último filme Only Lovers Left Alive, que de resto parece ser nada mais nada menos que a reverberação directa da…

Os melhores discos de 2014

Mais um ano chega ao fim e cá estamos, uma vez mais, para vos dar a nossa lista dos 25 melhores de 2014. Não tendo sido um ano tão forte em nomes como sucedeu no ano transacto onde parece que todas…

Thurston Moore – The Best Day (2014)

Só agora que a pessoa mais cool do mundo é meu quase vizinho, frequentando os cafés e livrarias que frequentei, se assemelha a algo de mortal. Mas a primeira vez que ouvi o seu novo trabalho foi mesmo em Portugal,…

Nevermind deu cabo deles

Poderia pôr-me a falar de quando ouvi o “Smells Like…” pela primeira vez, poderia mentir e dizer qualquer coisa como “finalmente surgia uma música feita para os desadequados da vida como eu”, mas nem os meus pais pais eram divorciados…

Playlists: iCyst 07-03-2011

c’moon, dá o mote, mouse on mars oscila, áfrica

Deerhoof – “Deerhoof Vs. Evil” (2011)

deerhoof. ha ve. a. ne w. al bum.

Playlists: iCyst 06-12-2010

A playlist para os dias que se seguem aqui em Altamont tem muito a ver com a atenção que tenho dado à percussão, mais ultimamente, daí Steve Reich, com os seus famosos loops de voz, Einstein on the Beach, de…

The Brian Jonestown Massacre – “Who Killed Stg. Pepper?”

Anton Newcombe vive em Berlim. Parece determinado a produzir música. Música. Talvez daí ter reduzido o seu website a isso mesmo. Para quem anda farto dos maricas Indies (vide último Fresquinhos), faça o download no iTunes do seu último trabalho.…

Que se foda o fil colíns

Reflectir acerca de space rock é uma actividade chata, pelo menos tão aborrecida como ouvir os riffs do David Gilmour ou vasculhar a dentição da Mrs Archer, bibliotecária de meia idade, com aspecto de ter envelhecido em simultâneo com o…

que se foda o fil colíns

Conheci a Colleen (verdadeiro nome Cécile Schott, não confundir, portanto, com o filantropo Fil Colíns) em Palmela no seu afamado Castelo que por tantas vezes se vê de Lisboa, por detrás de uma bruma, quando a há, em 2006. Do…

Sonic Youth – Coliseu – 22.04.2010

A minha preparação para o tão aguardado concerto dos Sonic Youth foi a seguinte: injectaram-me lidocaína no abdómen como quem fura um bolo com um palito para ver se está “pronto” (gani que nem um cão), taparam-mo com um paninho…