AC/DC – Highway to Hell (1979)

Chamem-lhes brutos, broncos, o que quiserem, mas há mais vitalidade rock’n’roll num só riff seu do que em toda a discografia dos Editors.

Black Sabbath – Vol. 4 (1972)

O segredo de Vol. 4 está no seu equilíbrio perfeito entre sofisticação e brutalidade. O melhor smoking para o pior matadouro.

Pearl Jam – Ten (1991)

Através de hinos como “Alive” e “Even Flow”, a nossa melancolia, antes plebeia, ascende na escala social. Antes de Ten, estávamos na merda; depois de Ten, curtimos uma angst.

KISS || Estádio Municipal de Oeiras

Numa época dominada pelos moralistas das palavras e pelos snobes do gosto, foi um privilégio chafurdar na obscenidade dos KISS.

Zanibar Aliens – Bela Vista (2016)

Bela Vista não é só nostalgia retro, é também um disco que tresanda a vitalidade adolescente por todos os poros.

Guns N’ Roses: a banda gigante que o mundo esqueceu

Eu Judas Iscariotes me confesso. Porque amei os Guns desalmadamente na minha adolescência e depois os traí por trinta dinheiros. Dêem-me uma corda e uma velha figueira, não sem antes vos contar a minha torpe história. O meu primeiro concerto…

Guns N’ Roses – The Spaghetti Incident? (1993)

Já o ano de 1993 ia bem alto, quando os Guns N’ Roses resolveram voltar a jogo lançando mais um disco, o quinto da sua curta carreira. O que os Guns não sabiam é que a sua actividade até já…

Guns N’ Roses – G N’R Lies (1988)

Em 1987, Appetite For Destruction fora um retumbante sucesso. Agora, volvido um ano, era preciso pôr depressa um disco cá para fora, sob pena do burburinho esmorecer. Os Guns tinham acabado de gravar quatro temas acústicos, pelo que alguém da Geffen…

Guns N’ Roses – Appetite For Destruction (1987)

É, hoje em dia, no ano da graça de 2016, particularmente difícil explicar a um jovem de dezoito anos- que está a descobrir, pouco a pouco, mais e mais referências no mundo da música, quiçá perdido em tanta informação- a…