DJ Rashad – Double Cup (2013)

O primeiro e único longa-duração de DJ Rashad colocou o frenético footwork no mapa. Nunca a electrónica de rua soube tão bem.

Aphex Twin – Selected Ambient Works Volume II (1994)

O segundo álbum de Aphex Twin é um clássico da música ambiente. Austero, assombroso e sublime.

Flying Lotus – Cosmogramma (2010)

O terceiro disco de Flying Lotus leva a arte dos beats instrumentais para um novo patamar de sofisticação.

M.I.A. – Kala (2007)

Tudo é desmedido em Kala: mil tambores festejando a união de todas as tribos, timbres estridentes desafiando os tímpanos, uma voz blasé e insolente com quilos de swag.

“Short Circuit” – Daft Punk

Os mestres da electrónica moderna atacam.

The Comet is Coming – Trust in the Lifeforce of the Deep Mystery (2019)

É o seu sentido poético fora do comum que tudo ordena, com elegância e sensibilidade. Não é jazz ou electrónica, é pura poesia.

DJ Shadow – Endtroducing….. (1996)

Liberto da função de servir o rap, os beats de DJ Shadow ganham uma liberdade inaudita. Se o rap não existe, então, tudo é permitido.

Gorillaz – The Now Now (2018)

Onde Humanz era histeria e dispersão, The Now Now é melancolia e concisão.

Portishead – Dummy (1994)

Dummy é lúgubre mas sensual, como o decote lânguido de uma viúva chorosa.

Novo álbum de Tim Hecker já tem data e terá apresentação em Portugal

Tim Hecker, um dos mais desafiantes produtores e manipuladores de som da actualidade, anunciou recentemente o sucessor do aclamado Virgins, de 2013. O oitavo álbum de estúdio, Love Streams (capa em cima), tem data prevista para 8 de Abril. Uma…

Como um gato do Japão: as sete vidas que Bowie nos deu

Há tanta heterogeneidade no seu percurso – no estilo de vida, aparência, sexualidade, drugs of choice, música que fez – que parece que Bowie não viveu uma vida mas muitas, “like a cat from Japan”, como o próprio nos chamou a atenção em “Ziggy Stardust”.

µ-Ziq – XTLP (2015)

O inglês Mike Paradinas é um weirdo. Desde sempre apaixonado pelas electrónicas, passou boa parte dos anos 80 a seguir as passadas das bandas new wave que reinavam então em Inglaterra, passando depois aos teclados enquanto músico. Mas a sua…

Reportagem: Yann Tiersen|| CCB

Domingo é dia santo: não se deve fazer nada. É dia de descansar, de estar com a família, de recuperar energias e de nos sentirmos bem e relaxados. Este domingo foi assim, só que não estive com a minha família,…

Walter Carlos – A Clockwork Orange Soundtrack (1971)

Com “Laranja Mecânica”, estamos perante um raríssimo e valiosíssimo exemplo de uma obra que conjuga três vertentes extraordinárias: o livro, o filme e a música. O livro, publicado em 1962, é a obra-prima do britânico Anthony Burgess, que consta necessariamente…