Montanhas Azuis – Ilha de Plástico (2019)

Três músicos, três sensibilidades, três sintetizadores. O disco do ano chegou em Fevereiro.

Os melhores discos nacionais de 2018

Os melhores discos nacionais de 2018. Encontramos jazz, instrumentais de viola e de piano, rock popular e rock’n’roll, revivalismo 80s e country de Bucelas.

Bons Sons 2018 – Dia 2

A enchente chegou à aldeia de Cem Soldos na sexta-feira, segundo dia de festival. Na noite passada, em Cem Soldos, ouviu-se Zeca Afonso, jazz, disco, techno e até um pedido de casamento.

Norberto Lobo – Estrela (2018)

Não nos interessa que o ano esteja ainda a meio. Estrela é o melhor disco de 2018, venha o que vier a seguir.

José Gonzalez || Aula Magna

Na última quarta-feira, a plateia da Aula Magna deixou-se embeiçar pelo indie-folk romântico de José González. Uma noite onde a música se encarregou de reunir, num surto introspectivo, as recordações dos que por ali buscavam ouvir-se ou compreender-se naqueles versos.

José González é um nome que já nos é familiar, mas é a sua voz que torna inconfundível. Dois anos volvidos desde o lançamento do último álbum Vestiges & Claws, que serviu de desculpa à sua anterior passagem pela capital, o músico regressou na quarta-feira passada a Lisboa para uma noite de casa quase-cheia na Aula Magna.

Surgindo tímido e desacompanhado, González esclareceu desde o início a diferença entre a concepção cliché do “gajo com a guitarra” e o artista singelo, fugindo sorrateiramente a esse estilo pré-definido. Pois bem, o também membro dos Junip não é um gajo qualquer: o seu característico tenor sussurrado e os seus acordes doces (ocasionalmente a fazer lembrar a densidade da guitarra de Norberto Lobo, por exemplo) disputam assim os corações do público mas é a fusão dos dois que o retira da lista de lugares-comuns da música.

O repertório escolhido não mostrou preferências entre álbuns, houve um pouco do mais recente, um tanto ou quanto de In Your Nature e um outro tanto de Veneer, o mais velhinho dos três LPs. Mas acabou por ser o público a decidir, com base nas mais audíveis reacções, que seriam Crosses ou Killing For Love, a par e par com as covers Heartbeats (The Knife) e Teardrop (Massive Attack), as últimas já reservadas para o encore.

Entre as faixas do alinhamento, é possível que alguém se perca entre sonoridade demasiado semelhantes, mas é também inegável a capacidade dessas mesmas canções guiarem os transeuntes do espectáculo por cenários idílicos, numa escuridão diferente da que cai sobre a Aula Magna. Aliando a sua herança sueca e a sua influência da Argentina (país de onde saiu com apenas um ano de vida), Gonzalez faz música embebida em memórias – suas e de outros passageiros desta vida. Talvez por isso, neste caso específico, o preferisse antes ver num contexto de festival (e acho que nem nunca preferi tal coisa), mas apenas para o poder ouvir num final de uma tarde de verão, arrefecida pelo pôr-do-sol.

Há uma quantidade generosa de engenho que o músico deposita na sua arte. E é assim, com maturidade nas suas palavras e doçura nas cordas, que José González nos proporciona uma noite nostálgica, que nunca chega a ser triste, porque temos sempre a sua voz para nos reconfortar.

Festival Tremor junta mais seis nomes ao seu cartaz

O Festival Tremor, que vai decorrer entre os dias 4 e 8 de abril na ilha de São Miguel, nos Açores, apresentou mais seis nomes para o seu cartaz deste ano. Beak>, Circuit des Yeux, Yves Tumor, Conjunto Corona, We Sea…

Agenda da Semana: 5 a 11 dezembro

Lançado em agosto passado, Amnesty (I) é o mais recente álbum dos Crystal Castles e aquele que os traz de volta ao nosso país para dois concertos, em Lisboa e Porto. Este é um dos maiores destaques da semana, duma…

Festival Tremor divulga cinco primeiras confirmações

O Festival Tremor avança a passos largos para a sua quarta edição que irá decorrer entre os dias 4 e 8 de abril, inclusive. O Tremor acontece, como sempre, na ilha de São Miguel nos Açores e em 2017 conta…

Agenda da Semana: 28 novembro a 4 dezembro

Nova semana que entra e mais um festival a dar ares da sua graça. Depois do MexeFest na semana passada, agora é a vez do MusicBox apresentar o seu próprio festival que serve para celebrar o seu aniversário. No caso…

Agenda da Semana: 21 a 27 novembro

Chegámos à semana do Vodafone MexeFest! A semana do último grande festival do ano apresenta-nos muitas opções como sempre. Pela Av.Liberdade e Baixa Lisboeta vão passar muitos nomes como Kevin Morby, Elza Soares, Whitney, Howe Gelb, Jagwar Ma, NAO, Gallant,…

Norberto Lobo apresenta novo álbum no Teatro Municipal Maria Matos

Norberto Lobo, ilustre guitarrista da música portuguesa actual, vai apresentar o seu mais recente álbum no dia 23 de novembro. Este concerto vai acontecer no Teatro Municipal Maria Matos, local onde o músico já se apresentou por diversas vezes. O…

Norberto Lobo tem novo álbum a caminho. Oiça aqui primeiro avanço

Norberto Lobo está de regresso. Depois de em 2014 ter editado Fornalha, o músico português apresenta-nos Muxama. Este é o seu sexto disco de estúdio e o segundo pela chancela da Three:Four Records, editora suiça. Este novo trabalho chega às…

Norman: um segredo muito bem guardado

São um dos mais bem guardados segredos da música nacional. Teclas, bateria e guitarra, 3 Lobos (Norberto, João e Manuel) e uma vida de cumplicidade, são os ingredientes da receita perfeita. Por razões várias, Norman ainda não chegou ao chamado…

Altamont Entrevista: Inês Magalhães

Visita guiada ao Magafest, pela mão da criadora, Inês Magalhães.

Reportagem: Filho da Mãe & Ricardo Martins || Musicbox

No dia 19 de Fevereiro de 2016, os deuses desceram à terra – ou subiram ao palco – pra nos incentivar a dar um pezinho de dança. Se demos. Qual devagar devagarinho, no Musicbox tudo se fez bem rápido, rapidinho.…

Reportagem: Norberto Lobo e João Lobo Sexteto || ZDB

No passado dia 18 de Novembro, subiu ao palco da ZDB o sexteto de Norberto Lobo e João Lobo, ensemble que pode ser ouvido no álbum Oba Loba, editado no início do ano. Por entre guitarras eléctricas e acústicas, baixos…

Reportagem: OUT.FEST 2015 – Dia 2

Platão dizia que um artista não é senão um imitador. E se vivesse na noite de 9 de Outubro do ano presente, se estivesse no Museu Industrial da Baía do Tejo às 21h30 dessa mesma noite, disso não teria dúvidas.…

Reportagem: MagaFest || Casa Independente

Longe dos grandes festivais, das grandes marcas, dos grandes nomes, houve em tempos um pequeno paraíso musical chamado MagaFest. No final do dia 5 de Setembro de 2015, alguns dos mais talentosos músicos portugueses reuniram-se na Casa Independente para, durante…