Canção do dia

“Mellow my Mind” – Neil Young

Uma das primeiras canções de Neil Young que ouvi foi “Tired Eyes” na voz de Margo Timmins, dos Cowboy Junkies. Depois descobri os Crazy Horses e vibrei com cada solo de guitarra de cinco minutos tocados pelo “tio” Neil.

Avancei posteriormente para os discos a solo. HarvestHarvest MoonAfter the Gold Rush e por aí além. Mas um disco que nunca me fascinou foi o que continha a canção pelo qual o conheci, apesar de cantado por outra banda: Tonight’s the Night, o disco de 1975. O tom lamuriante, a falta de solos de guitarra a rasgar, as orquestrações parcas e a voz esganiçada e desafinada de Young não me cativaram e deste disco de 12 canções raramente ouvia outra canção que não “Tired Eyes”.

Mas eis que um dia tudo muda. Leio sobre o guitarrista dos Crazy Horse a quem é dedicado este disco, Danny Whitten, ponho o disco a tocar na plataforma de streaming e tudo aquilo que antes desprezava em Tonight’s the Night me passa a fascinar. Principalmente a sexta canção, “Mellow my Mind”.

A harmónica estridente, a guitarra meio country sujo e a voz fora de tom e esganiçada de Young acertam num nervo qualquer que arrepia todo o pescoço. A letra da canção não tem nada de excepcional: um vagabundo que experimentou o mundo inteiro e apenas encontra refúgio na sua baby. Mas a forma desolada e arrastada como Neil Young canta “Mellow my Mind”, como alguém que desistiu completamente da vida, adornam a canção de uma beleza desconcertante.

Comments (0)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *