Mafalda Piteira de Barros
100 Articles0 Comentários

Não, não sou jornalista. Sou apenas uma amante da Música, em quase todos os seus géneros, a quem desafiaram para colaborar neste bonito blog. Nasci em 1983, estudei 9 anos na Academia de Música de Santa Cecília, tive aulas de violino e guitarra, fiz parte de um coro… mas o que eu gosto mesmo é de concertos e música ao vivo, festivais de verão, buscar e descobrir boa música e de emocionantes serões de Band Hero! Na minha mala encontram-se sempre fones e pelo menos um dispositivo pronto a tocar… mais recentemente descobri a Fotografia e a mala ficou ainda mais pesada!

The Tallest Man On Earth || Aula Magna

Dois anos depois do seu último concerto em solo nacional, Kristian Matsson, ou The Tallest Man on Earth, traz o seu Eu Estranho de regresso à Aula Magna, já reconciliado consigo mesmo e de coração remendado – e, melhor ainda, com disco novo pronto a sair.

“I Shall Be Released” – Nina Simone

E por muito fã que seja das histórias e da harmónica de Dylan, é na magia desta versão de Nina Simone (1969), que esta canção faz mais sentido.

“Long Train Runnin’” – The Doobie Brothers

Um riff que ficou para a História dos Riffs.

“Feelin’ Alright” – Joe Cocker

“Feelin’ Alright” é mais uma interpretação incrível de uma música de outrem.

“Crazy Feeling” – Lou Reed

“Crazy Feeling” faz as honras do dia.

“Sunday Morning” – The Velvet Underground

São seis da manha de um domingo qualquer em 1966.

Playlist da Semana – Mornings (Shuffle)

Um pequeno almoço como manda a lei.

Tiago Bettencourt || Coliseu dos Recreios

No centro do Coliseu de Lisboa, Tiago Bettencourt teve dos mais brilhantes desenhos de luz e produção visual a que assistimos este ano.

“The Passenger” – Iggy Pop

Iggy nunca teve carta de condução nem veículo proprio, foi sempre o passageiro de serviço.

Iggy Pop – Lust for Life (1977)

Ao segundo disco, Iggy Pop canaliza o poder agressivo do som dos Stooges com as mais valias assimiladas durante as gravações de The Idiot.

“Popless” – GNR

Hoje, em pleno ano de 2018, confirma-se: a pop está less.

“Impressões Digitais” – GNR

Uma impressão digital que, no final, é aquilo que define o homem comum.

“Efectivamente” – GNR

Em “Efectivamente” (ainda com C), Rui Reininho é o verdadeiro cusco.

“Carcará” – Maria Bethânia

O primeiro sucesso de Maria Bethania, jovem que transpirava energia, com a garra e o tom necessários para passar a mensagem implícita de “Carcará”.

“Alegria, Alegria” – Caetano Veloso

Os anos de convulsão também nos trouxeram Caetano Veloso e o seu tropicalismo.

“O Bêbado e a Equilibrista” – Elis Regina

Mais uma canção protesto, desta feita pela voz de Elis Regina.

“Pra não dizer que não falei das Flores” – Geraldo Vandré

Vandré nunca chegou perto de ser nome consagrado na MPB, mas esta escolhida para canção do dia hoje é mítica.

“Cálice” – Chico Buarque

Começamos semana dedicada ao Brasil com clássico da resistência.