Tiago Crispim
93 Articles0 Comments

Passou a infância e juventude rodeado de discos. Lembra-se de chorar quando foi vendida a colecção de vinil lá de casa, no advento do cd, e ainda está ligeiramente traumatizado. Estudou comunicação e aos 25 anos começou a arranhar guitarras e teclas. Andou uns anos com a cabeça nas nuvens do FM, agora é mais redes e comunicação.

“Super Inertia” é a nova dos 10 000 Russos

O novo trabalho será lançado no dia 10 de Setembro pela editora londrina Fuzz Club Records e vai chamar-se Superinertia.

Casa do Capitão com novo espaço

O recente espaço da Casa do Capitão tem um novo palco no Hub Criativo do Beato: a Fábrica do Pão.

“My Baby Wants A Baby” – St. Vincent

“My Baby Wants A Baby” faz saltar imediatamente à atenção todas as referências de Shirelles e Supremes que se lembrarem, mas como se fosse um “Wall of Sound” em ácidos.

“Washing Machine Heart” – Mitski

Em “Washing Machine Heart”, Mitski navega por desgostos amorosos e ansiedades pessoais com facilidade nas analogias.

“Like I Used To” – Sharon Van Etten & Angel Olsen

Este “power duo” do indie rock é um cruzamento ambicioso entre duas das melhores compositoras e cantoras do universo indie/rock/folk.

“La Vie En Rose” – Lucy Dacus

Meio em francês, meio em inglês, esta interpretação do clássico de Piaf foi lançada em 2019, transformando-a numa canção perfeita para usar naquela parte dos filmes em que um dos membros do casal corre desesperadamente atrás do seu amor.

“Pristine” – Snail Mail

Menina-prodígio do rock, Lindsey Jordan lançou o primeiro disco aos 18 anos e esperamos ouvir novas canções num breve futuro. Até lá, deliciamo-nos com esta “Pristine”.

Playlist da Semana: Indie no feminino

Uma seleção de canções recentes com algumas das melhores vozes femininas do indie

NZCA Lines – Pure Luxury (2020)

Um álbum pandémico de escapismo dançável, refugiado no disco. Pure Luxury é uma pérola para ser descoberta nas pistas de dança num futuro próximo.

“Os Embeiçados” – Clã

Os discos para crianças deviam ser todos assim e no caso destes embeiçados, é caso para dizer que só se estraga uma casa.

Paul McCartney – McCartney III (2020)

Se McCartney pecou várias vezes na carreira por ser demasiado pop, em McCartney III está o mais longe disso que consegue.

Paul McCartney – McCartney II (1980)

Corria o ano de 1980. Mesmo antes da dissolução dos Wings, Paul McCartney virou-se para o experimentalismo e sintetizadores. Gravado totalmente em casa, era McCartney II.

Capicua – Madrepérola (2020)

Desde 2008 Capicua tem brindado o mundo do hip-hop, aliás de toda a música portuguesa, com lições de como fazer boas letras e canções. Em 2020 chega Madrepérola, a mais recente jóia da discografia.

“One For The Ages” – Sparks

Por coisas que ficam para a história, numa tradução solta, temos a carreira dos Sparks, que aos 70 anos continuam a fazer boa música. Esta pertence a A Steady Drip, Drip, Drip, o 24º álbum dos irmãos Mael, lançado em…

“Cuarentena Sin Ti” – Joe Crepúsculo

Palavra que define o ano e levou à criação de várias canções. De facto, a quarentena com companhia é outra coisa. Joe Crepúsculo é um “trovador-tecno” espanhol, com oito discos editados. Esta canção é um dos seus mais recentes singles.

“A Despedida” – Esteves

O primeiro passo para a aceitação é admitir. Esteves pode ser feliz em qualquer lado. Também nós. A canção aparece em Esteves, editado em 2019, primeiro álbum a solo do vocalista dos Trêsporcento.

“Bad Decisions” – The Strokes

Quando queremos mudar de vida há dúvidas que nos assaltam as noites (e os dias). Uma das canções mais Strokes do último álbum dos próprios é sobre esse tema.

Playlist da Semana: Mudar de Vida

Num ano cabem muito mais coisas que quarentenas. Cabem mudanças de vida e de país, ou pelo menos de atitudes.