Canção do dia

“Waltz 2 (xo)”  – Elliot Smith

Há músicas que dificilmente conseguem ser apenas algo que toca em pano de fundo. Em “Waltz 2 (XO)”, é-nos servida uma bandeja de tristeza tão real quanto a voz que a carrega. Elliot Smith tinha um dom possivelmente desafortunado – ou então libertador – de cravar nas suas criações fragmentos de si próprio, para qualquer um desenterrar e escarafunchar. Aqui conta-nos sobre a mãe Bunny e também sobre o padrasto Charlie, com quem teve uma relação difícil e possivelmente abusiva, entre excertos pesarosos de memórias e desejos e um assumido amor pela mãe.
Talvez sejamos sádicos por gostar de um tema tão triste, talvez sejamos bons por compreender a sua dor, mas o Altamont é livre de julgamentos, por isso sejamos felizes na sua melancolia, para que ela nunca seja vã.
Comments (0)

Comente