Canção do dia

“Wah-Wah” – George Harrison

O auge de Phil Spector é, sem sombra de dúvida, a fase do início dos anos 60 onde, com a sua famosa Wall of Sound, conseguiu arrancar hits atrás de hits, sempre com o seu som épico e maior do que a vida. No entanto, o excêntrico produtor entrou na década de 70 com o maior ego do mundo. Produziu as sessões de Let It Be, fez parceria com Lennon durante vários discos e, ajudou George Harrison a libertar todo o seu potencial no seu primeiro disco, All Things Must Pass. “Wah-Wah”, terceira faixa desse disco é o exemplo máximo da produção exacerbada de Spector. Uma aglomeração de guitarras, baterias e efeitos, fazendo uma argamassa de betão, sustentando a canção. George Harrison odiou o resultado final da canção, apelidando-o de apenas “barulho”. A canção apenas foi aceite porque Eric Clapton adorou.

Comments (0)

Comente