The Ronettes – Presenting the Fabulous Ronettes featuring Veronica (1964)

Tudo na sua estética é candura e romantismo, a antítese da sensualidade selvagem do rockabilly.

Dead Kennedys – Fresh Fruit For Rotting Vegetables (1980)

Se o punk é, acima de tudo, pensar pela própria cabeça, então os Dead Kennedys serão um espécimen bem mais interessante.

The Beatles – The Beatles [White Album] (1968)

O white album não é só um grande clássico cheio de canções imortais. É o cânone a partir do qual todos os álbuns-duplos são medidos.

David Bowie – Aladdin Sane (1973)

“Ziggy goes to America”. Foi assim que o próprio Bowie definiu Aladdin Sane e continuamos a não encontrar melhores palavras para o descrever. “Ziggy” porque permanece a reflexão glam sobre a natureza da fama, encetada no disco anterior; “goes to America”…