Sonic Youth – Evol (1986)

São tão urbanos e noctívagos e arty e sofisticados, que nos apetece comprar o vinil só para que toda a gente na loja saiba que somos tão cool. Termos ou não um gira-discos em casa é, para o caso, irrelevante.

“The One I Love” – R.E.M.

“The One I Love” é uma obra-prima da concisão literária: “Esta é para aquela que eu amo / esta é para aquela que eu deixei para trás / um simples adereço para ocupar o meu tempo / agora ela está…

“Radio Free Europe” – R.E.M.

Baixo simples e rápido roubado ao punk, bateria robótica furtada ao pós-punk, arpejos de guitarra açambarcados aos Byrds e a voz trémula de Michael Stipe, que é dele e de mais ninguém. São estes os ingredientes do primeiro hit dos…

R.E.M. – Fables of the Reconstruction (1985)

Ao terceiro álbum, os R.E.M fazem o seu registo mais sulista e melancólico. Este lote de canções introspectivas adia a sua ascensão ao estatuto de estrelas indie mas oferece ao alternative country uma das suas principais referências.

Como um gato do Japão: as sete vidas que Bowie nos deu

Há tanta heterogeneidade no seu percurso – no estilo de vida, aparência, sexualidade, drugs of choice, música que fez – que parece que Bowie não viveu uma vida mas muitas, “like a cat from Japan”, como o próprio nos chamou a atenção em “Ziggy Stardust”.