Canção do dia

“Pink Steam” — Sonic Youth

Até por motivos cronológicos, faria sentido avançar mais do que dois anos face à canção do dia anterior (“No Cars Go”, dos Arcade Fire, em homenagem ao concerto dos canadianos no Paredes de Coura 2005). E até seria fácil avançar quatro anos, ir parar diretamente a 2009 e lembrar o concerto de uns Franz Ferdinand que, com um terceiro álbum acabado de editar, estavam ainda com todas as vitaminas do indie-rock simples e direto, festivo e pungente, rock-ultra para entoar os melhores cânticos quase de estádio, ou pelo menos que o tempo trataria de tornar, muito justamente, quase de estádio. Mas bom, os Sonic Youth são os Sonic Youth.
Estávamos em 2007. A edição de dois anos antes ainda era recordada como “a melhor de sempre” e o ano anterior deixara boas memórias, com os Broken Social Scene, os Yeah Yeah Yeahs e os Bloc Party então em estado de graça pós-Silent Alarm. Mas 2007 teve os seus méritos: teve os grandes Dinosaur Jr., teve uns Spoon em plena forma e teve, claro, os Sonic Youth. Quantos miúdos dariam tudo para poder ver os Sonic Youth hoje em dia? Não serão assim tantos, o rock e o indie já tiveram outra fama (e outra vitalidade, é justo dizer), mas que existem, existem. Há por aí pérolas (vídeos) na internet que ainda lembram qualquer coisa, mas o que todos queríamos mesmo era ter estado lá — e nem todos estivemos. Esta “Pink Steam” esteve.

Comentários (0)

Escrever resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *