Canção do dia

“Lullaby” – The Cure

“Lullaby” sempre nos pareceu uma canção implosiva, metida para dentro, fechada em si mesma. Como uma teia de aranha feita para enrodilhar a presa. Ou a alma, quem sabe… Sombria, feita de pequenas luzes que se dissipam, tentando espreguiçar-se sem grande sucesso. Em `Lullaby”, morte parece cada vez mais próxima. Avizinha-se, faminta, tornando-se íntima do que ainda vai tendo vida. Não duram muito tempo, certas canções de embalar.