Canção do dia

“If I Had a Hammer” – Sam Cooke

Foi escrita por Pete Seeger e Lee Hays, como apoio musical ao Partido Progressista norte-americano, que a partir da extrema-esquerda tinha por esses dias várias reivindicações: o fim da segregação racial, a instauração de um sistema nacional de saúde, o reforço do Estado social, a nacionalização da indústria energética, as tréguas com a União Soviética em plena Guerra Fria…

Esta canção escrita em 1949, em que se fala de um “martelo de Justiça”, de um “sino da liberdade” e de “amor entre os meus irmãos e irmãs por toda esta terra”, foi gravada por muita gente: pelos The Weavers de Seeger e Hays (editada em 1950), pelo grupo Peter, Paul and Mary (em 1962), pelas Martha and the Vandellas (em 1963) e futuramente viria a ser gravada até por Johnny Cash, nos anos 1970.

A versão que aqui vos trazemos, contudo, remonta a 1964 e ao álbum gravado ao vivo e editado nesse ano, intitulado Sam Cooke at the Copa. Por mais que as intenções de Seeger fossem boas, e tantas e tão boas canções escreveu e cantou por esses anos 1940, 1950 e 1960, esta é uma versão insuperável, de um grande cantor num momento de forma de génio absoluto. A prova? Nesse mesmo ano, saía uma cançoneta chamada “A Change is Gonna Come”…

Comentários (0)

Escrever resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *