Canção do dia

“Since I’ve Been Loving You” – Led Zeppelin

É a melhor performance vocal de sempre de Robert Plant? É bem provável. Mostra o génio do blues que Jimmy Page é? Sem dúvida. Demonstra que mesmo numa faixa de bateria simples John Bonham continua a ser um monstro? É preciso mesmo responder? Mas a espinha dorsal desta canção não é nenhum destes elementos, mas sim a forma como John Paul Jones cria uma parede sonora com o seu órgão eléctrico que acompanha toda a música, mesmo que possa passar despercebido.

E poucas canções demonstram tão bem a importância do baixista e teclista dos Led Zeppelin, como “Since I’ve Been Loving You”. Page e Plant querem estar sempre na boca de palco a controlar o espectáculo. Bonham não se importa de ficar mais atrás, mas faz questão de ser ouvido. Jones só quer fazer aquilo que é melhor para a canção. E nessa função poucos se equiparam a este cavalheiro do rock and roll.

E depois destes elogios a quem fica na retaguarda, resta o louvor aos guerreiros da frente. Robert Plant consegue ser, na mesma canção, delicado, agressivo, lascivo e murcho. E soar como um deus. Page honra os seus heróis do blues clássico, aqueles dos solos longos, limpos e com poucas notas. Quanto a Bonham? Dono e senhor da sua bateria e de todo o esqueleto da canção.

O blues fica ainda mais majestoso nas mãos destes senhores.