Canção do dia

“Big Time Sensuality” – Björk

As festas. O Lux, o Incognito, o Clinic. A descoberta de que eletrónica se cruza com cordas, que a pop é ponto de partida, não desfecho imediato. Os beijos, abraços, as zangas, as angústias. Björk está sempre do lado certo da história: do nosso.