Carlos Lopes
604 Articles9 Comments

O autor destas linhas tem já idade para ter (algum) juízo, e isso deve notar-se, assim o espero. Os seus gostos variam, como será fácil perceber. Para além da paixão pela música, o escriba deste texto é professor de Português e Literatura Portuguesa, e é assim que ganha a vida. Com a música ganha o céu, o que já não é pouco. Tem um blog há já seis anos (http://i-blog-your-pardon.blogspot.pt/) onde escreve alguma coisa para pouca gente ler.

A morte roubou-nos Pedro Gonçalves

vamos lá dar vida ao Pedro e dizer à morte que ela nada vale, sobretudo quando o que importa é pôr A Bunch of Meninos a tocar.

Sonic Youth – Rather Ripped (2006)

Rather Ripped é um disco quase sempre esquecido. Dificilmente constará na lista dos melhores álbuns da banda. Esta indesmentível verdade esconde, por outro lado, uma outra certeza: a injustiça de ser olhado de forma algo sobranceira. Não iremos nesse sentido.…

“The Neutral” – Sonic Youth

São quatro minutos certinhos de puro gozo. Quatro minutos que glorificam a arte angulosa dos Sonic Youth. Na voz, Kim Gordon espalha charme como sempre soube tão bem fazer. “It’s a perfect sin”, sem dúvida. Basta fechar os olhos e…

Caetano Veloso – Meu Coco (2021)

Será possível que o mundo inteiro possa caber dentro da rodela de um disco? Sim, pode. Sobretudo quando esse mundo tão particular existe no coco de um grande criador. Meu Coco, meu mundo. Eis o antes, o agora e o depois no…

Gilberto Gil || Coliseu dos Recreios

A tour europeia de Gilberto Gil passou pelas Portas de Santo Antão. No Coliseu dos Recreios, o mestre baiano trouxe a magia de todos os tempos numa bonita viagem familiar. Foi muito bom vê-lo subir de novo ao palco.

10 000 Russos – Superinertia (2021)

O trio portuense tem novo disco. É forte, poderoso e não brinca em serviço. Ouvir Superinertia de fio a pavio é obra. E a obra, de facto, é tão bem feita que merece aplausos vigorosos. Dão pelo nome de 10…

Public Service Broadcasting – Bright Magic (2021)

Bright Magic é um disco cheio de amor por Berlim e pelo que a capital alemã deu à música no século passado. É, sobretudo, uma bela homenagem sonora que os Public Service Broadcasting resolveram fazer chegar até nós, cidadãos do mundo.

Cansei de Ser Sexy – Cansei de Ser Sexy (2005)

O primeiro disco da banda Cansei de Ser Sexy foi uma autêntica pedrada no charco, um cometa em fúria que misturou rock, pop e eletrónica pelo mundo inteiro.

“Superafim” – Cansei de Ser Sexy

Ouvir “Superafim” em repeat umas três ou quatro vezes é uma segura entrada para a noitada desejada. Como se nada mais existisse, no dia seguinte, a não ser você próprio: para se sentir superafim de si.

“Nú Com a Minha Música” – Marisa Monte, Devendra Banhart e Rodrigo Amarante

“Nú Com a Minha Música” é um original de Caetano Veloso. Foi gravada para o seu maravilhoso álbum Outras Palavras, e desde logo se instalou na galeria dos “clássicos instantâneos” do mestre baiano. Esta versão é muito bonita, e o…

“Out of Time” – Joan As Police Woman

Joan As Police Woman fez uma cover de “Out of Time”, a canção perfeita dos Blur que todos conhecemos de cor e salteado. Aqui, apenas se ouve a sua voz e o seu piano. A artista norte americana despiu o…

“Here” – Tindersticks

“I was dressed for success / But success it never comes” são os versos iniciais de “Here”, tema dos saudosos Pavement. Quem nunca os ouviu merece castigo. O mesmo se poderá dizer da elegantíssima versão feita pelos elegantíssimos Tindersticks. É ouvi-la,…

Playlist da Semana: Covers Is All We Need

A nossa playlist da semana promete mostrar muitas e boas covers. Será que encontrarão algumas melhores do que as canções originais? Pois, é bem provável.

“Maria de Las Nieves” – Destroyer

“Maria de Las Nieves” é uma fantástica balada mórbida de Sr. Chinarro aqui trazida por Dan Bejar, vulgo Destroyer.

“It’s All Over Now” – Echo & The Bunnymen

Neste versão, o poema algo simbolista de Dylan ganha mais instrumentação e alguma aura de mistério trazida pela voz baça de Ian McCulloch.

Rodrigo Amarante – Drama (2021)

Drama foi gerado sem pressas, clara imagem de marca de Rodrigo Amarante. O disco vem carregado de emoções díspares, onde tristeza e alegria parecem representar a essência das ambiguidades sentimentais do hermano carioca.

Mãeana – Mãeana 2 (2021)

O segundo rebento de Mãeana chega com a mesma dose de encantamento do seu primeiro momento de maternidade. Resta-nos recebê-lo de braços abertos.

Salma e Mac – Salma e Mac [EP] (2021)

Salma e Mac servem-nos a refeição perfeita com elevado teor de beleza e muito rica em calorias poéticas.