Carl Barât & The Jackals – Let It Reign (2015)

Carl Barât é um Libertine, e importa que não se deixe isto fora da equação, até para contextualizar melhor o seu trabalho fora desse “gang”: os Dirty Pretty Things, por exemplo, surgiram como uma reacção imediata e furiosa à separação…