Frederico Batista
692 Articles9 Comentários

Nascido em 1980, licenciado em Comunicação Social e finalista do primeiro curso de Jornalismo e Crítica Musical na ETIC_. Desde cedo fui um aficionado pela música. Nirvana aos 12 anos, Beatles aos 15 e a partir daí o mundo mudou. Tornei-me um homem dos 60s mas não consigo estar sem ouvir tudo o que de novo se passa. Parar é morrer e a música é um rio de fluxo contínuo. Beards for Peace!

Oasis – Standing On The Shoulder Of Giants (2000)

No virar do milénio, os Oasis mudam o logo da banda, perdem mais dois membros fundadores, Noel afasta-se das drogas e Liam escreve a sua primeira música. O disco, regado a psicadelismo, marca, de certa forma, o fim da Britpop e da relevância da banda no panorama musical.

“Sinking Ship” – Cake

Há muito tempo que os Cake não nos presenteiam um novo disco. Será em 2020?

“Salary Man” – Kiwi Jr.

Influenciados pelos Parquet Courts que, por sua vez, tinham sido influenciados pelos Pavement, os Kiwi Jr. juntam mais uns pós de pop soalheira ao seu som já folgado. Uma das boas surpresas de 2020.

“Gerbera Amarela do Sul” – Filipe Sambado

“Gerbera Amarela do Sul”, candidata a melhor tema do festival da canção, é tradição e evolução numa só, marinheiros de cabelos descolorados, padeiros hipsters e a Torre de Belém versão airbnb.

“Salt Of The Earth” – Bill Fay

Que Bill Fay continue por cá por muito mais anos para nos compensar os tantos que perdemos desde o seu blackout.

“Fox” – Dogleg

A urgência e vigor que destila de “Fox” é o espelho de uma juventude ainda sem a visão de uma responsabilidade próxima. Deixemo-los viver!

Playlist da Semana: As primeiras de 2020

Entre novatos e experientes, este promete ser mais um ano de boa música.

Bill Callahan de regresso a Portugal

O músico norte americano traz o seu último álbum, Shepherd in a Sheepskin Vest, como cartão de visita.

Donovan – Sunshine Superman (1966)

Se, no início da carreira, Donovan era visto como a resposta britânica a Bob Dylan, em Sunshine Superman, o músico escocês mostra o seu lado pastoral e psicadélico, distanciando-se definitivamente da sombra do norte americano.

Bedouine – Bird Songs of a Killjoy (2019)

Azniv Korkejian volta aos discos para nos assombrar com mais uma colecção de músicas tão bonitas que necessitam da nossa total atenção. Em solidão, de preferência.

“Six Days On The Road” – The Flying Burrito Brothers

Um regresso às origens norte americanas e o casamento insólito entre a geração hippie e os rednecks.

Jefferson Airplane – Volunteers (1969)

Mensagens anti-guerra, pró-anarquia e de responsabilidade ecológica pincelam este Volunteers, um disco à altura do tumulto que pautou o final dos anos 60.

Playlist da Semana: 50 anos de Festival Altamont

O Altamont celebra os 50 anos do Festival que lhe deu o nome. O que parecia ser mais um belo capítulo da geração hippie tornou-se no seu maior pesadelo.

Vampire Weekend || Coliseu dos Recreios

Nove anos após o último concerto em nome próprio, os Vampire Weekend regressaram a Portugal para darem duas horas e meias de concerto de uma intensidade inesperada.

Nick Cave and the Bad Seeds anunciam digressão europeia com passagem por Portugal

Nick Cave and The Bad Seeds acabam de anunciar uma digressão Europeia que se estenderá ao longo de toda a primavera de 2020. A icónica banda, conhecida pela autenticidade e emoção dos seus espetáculos ao vivo, vai actuar em 19…

Allah-Las || Lisboa ao Vivo

O Lisboa ao Vivo encheu para celebrar as boas vibrações que os Allah-Las trouxeram.

The Beatles – Abbey Road (1969)

Após a turbulência das gravações de Get Back/Let It Be, os Beatles voltam aos seus estúdios preferidos para gravar aquele que seria o seu último disco de originais. Abbey Road é, certamente, o melhor último disco de qualquer banda. A proeza só poderia estar a cabo dos quatro fantásticos de Liverpool.

“Fall” – Devendra Banhart

Apenas Devendra e a sua guitarra. Palavras para quê?