“Para Dentro, Para Fora / És Cruel” – Ena Pá 2000

Começa com coro, transforma-se em paródia aos Heróis do Mar e depois vem uma das melhores composições dos Ena Pá 2000. Banda de culto e das poucas assumidamente cómicas depois dos anos 80 em Portugal, rima ignóbil com Chernobyl. É…

Red Bull Music Culture Clash || Coliseu dos Recreios

Na passada sexta-feira, decorreu a segunda edição portuguesa da Red Bull Music Culture Clash. Quatro equipas, cada uma no seu palco, digladiaram-se num combate musical.

“Rapazes de Lisboa” – Paulo Pedro Gonçalves

Pérola relativamente subvalorizada no Portugal musical da década de 1980, “Rapazes de Lisboa” é objeto de culto da Fundação Atlântica, mítico selo de então. É um tema cosmopolita, moderno, ainda hoje fresco e cativante.

Sociedade da Grã-Ordem Kavernista – Sessão das 10 (1971)

Em 1971, um quarteto de músicos, praticamente desconhecidos, gravou uma pérola, recheada de humor e criatividade. Sessão das 10, lançado no meio da ditadura brasileira, é um retrato dos tempos, com ironia suficiente para fugir à censura.

Altamont Entrevista: Capitães da Areia

“Não é um disco conceptual, é mais um teatro de revista.” Na passada quarta-feira, viajámos a bordo de uma mesa da Louie Louie numa conversa curiosa com três dos cinco Capitães da Areia, que, apresentando agora o seu mais recente…

Os Capitães da Areia – A viagem dos Capitães da Areia a bordo do Apolo 70 (2015)

Que os Capitães da Areia já sabiam fazer óptimas melodias, todas elas Verão, pop e gelados fresquinhos, já o sabíamos desde O Verão Eterno dos Capitães da Areia. O que não sabíamos, e que agora não podemos ignorar, é que…

Canção do Dia: Heróis do Mar – Fado

Os Heróis do Mar levaram o seu tempo ao limite: roupa, sintetizadores, atitude, tudo neles tresanda a eighties. São por isso a mais datada das grandes bandas portuguesas. Ainda assim, com os seus singles perfeitos e dançáveis, orelhudos até à…

Mler ife Dada: Coisas que Fascinam (1987)

Os anos 80, em Portugal, trouxeram algumas coisas que se destacaram pela sua originalidade: pensemos em Mão Morta, pensemos em Heróis do Mar, pensemos em António Variações, pensemos em Pop Dell’Arte, pensemos até nos Ena Pá 2000. Mas, para mim,…