Em câmara lenta como na TV: a história dos GNR

Foram tudo: putos do boom do rock, patronos da intelligentsia alternativa, reis e rainhas da pop. Hoje são uma instituição.

GNR – Defeitos Especiais (1984)

Em 1984, ano distópico por excelência, os GNR lançam um disco sombrio e claustrofóbico cheio de referências pós-punk: uma espécie de Joy Division à Gomes de Sá, metade negrume de Manchester, metade granito do Porto.

Os Pavement e o charme do desmazelo

O grande legado dos Pavement é mostrar-nos quanta beleza pode haver no inacabado, no desleixado, no descuidado. Como uma miúda gira acabada de acordar.

Arcade Fire – Funeral (2004)

Porque é que Funeral é tão imenso, considerado por muitos como o disco da sua década? Pela sua originalidade? Pela sua beleza? Estamos em crer que a  resposta é outra: pela primazia quase fascista da emoção.

Joy Division – Closer (1980)

Closer é o disco mais belo e trágico da história da pop, e quem disser o contrário tem o coração avariado.

Wire – Pink Flag (1977)

Podia começar esta história como começam as histórias das crianças, o tradicional “Era uma vez…” mas não o vou fazer. Primeiro, porque vocês não são crianças. Segundo porque isto faz parte da História, mas não é uma simples história de…

The (Hypothetical) Prophets – Around The World With The Prophets (1982)

Sobre o impacto do período pós-punk tanto na música pop como nas cenas mais experimentais já muito se escreveu – ainda para mais quando esse impacto, quase quarenta anos depois, ainda hoje se sente ao nível do mainstream e do…

Wire – Wire (2015)

“Wire are an English rock band, formed in London in October 1976”. Parece incrível que cheguemos ao ano de 2015 com os Wire no activo, com 39 anos de carreira e 14 álbuns em cima. Pensar que uma das bandas…

Canção do Dia: Atrocity Exhibition – Joy Division

Ian Curtis não engana ninguém. Logo à entrada de Closer, “Atrocity Exhibition” anuncia o programa das festas. Compramos ou não o bilhete para o freak show? Compramos, sim: o espectáculo é irresistível. Pagamos o que for preciso para ver Ian perder…

Canção do Dia: 10:15 Saturday Night – The Cure

Primeira canção do primeiro álbum, «10:15 Saturday Night» é uma das canções mais inventivas dos Cure, subvertendo por completo o formato verso/refrão. Conta a história de um adolescente que se encontra sozinho em casa num sábado à noite, sentado na…

Canção do Dia: Lips Like Sugar – Echo and the Bunnymen

Os fãs da linha dura sempre preferiram os Echo and the Bunnymen dos primeiros discos: experimentais, soturnos, minimalistas. Quando em ’87 os Echo lançam um álbum desavergonhadamente pop, pejado de canções orelhudas de fazer inveja aos Duran Duran, os indefectíveis…

“Piloto Automático” – GNR

«Piloto Automático», com a sua celebração da noite movida a muito álcool, tornou-se um dos hinos mais emblemáticos dos loucos anos 80.