Crosby, Stills, Nash & Young – Déjà Vu (1970)

De três passam a quarto. CSNY um dos supergrupos mais voláteis da história do Rock assinam a sua obra-prima logo à primeira tentativa.

“Downtown” – Neil Young

A fotografia de um disco que juntou o colosso Neil Young com uns jovens Pearl Jam

Stills & Collins – Everybody Knows (2017)

Stephen Stills e Judy Collins, duas lendas septuagenárias do country-rock fazem um dos discos mais bonitos e profundos dos últimos anos.

Neil Young – After the Gold Rush (1970)

Em After the Gold Rush, Neil Young descobre-se pela primeira vez um melodista fora de série. São melodias memoráveis, umas atrás das outras, sem qualquer gordura no entremeio. Só filé mignon.

Neil Young – On the Beach (1974)

Depois do sucesso de Harvest, Neil Young precisou de se refugiar dos seus fãs e dos seus demónios. On the Beach é um documento desse exorcismo.

Ty Segall – Freedom’s Goblin (2018)

O incansável menino-prodígio do garage californiano lança o seu segundo álbum duplo, uma amálgama de estilos e géneros que dispara em todas as direções apesar de nem sempre acertar.

“Heart of Gold” – Neil Young

“Heart of Gold” foi o primeiro single de Neil Young a subir ao primeiro lugar nos Estados Unidos da América. Merecido.

Neil Young + Promise of the Real – The Visitor (2017)

Neil Young fecha o ano de 2017 com um disco absolutamente político, com Trump na mira certeira da sua guitarra.

Arquivo digital de Neil Young já abriu e é fabuloso

Neil Young acaba de inaugurar o seu fabuloso e gigantesco arquivo digital, onde estão disponíveis centenas de canções e informação sobre todas elas, de forma gratuita e com alta qualidade de som.

Neil Young anuncia novo disco e abertura de arquivo digital total

“1 de Dezembro vai ser um grande dia para mim”. É assim que Neil Young começa a mensagem que divulgou este fim de semana nas redes sociais, e que pretende fazer um duplo anúncio. Em primeiro lugar, é editado The…

Beck, meu irmão Beck: retrato do mestre da modernidade pop

A história de um “loser” que ganhou lugar cativo na história da música, seja como reciclador do lixo pop, seja como belíssimo e introspectivo escritor de canções. Um dos inventores da nossa modernidade.

Neil Young – Tonight’s the Night (1975)

Um manual de instruções para o luto no rock.

Neil Young – Hitchhiker (2017)

Uma sessão acústica de Agosto de 1976 é finalmente editada, uma janela encantada para o mundo fervilhante e atribulado de Neil Young nessa década dourada. Um dos discos do ano, apesar de ter mais de 40 anos.

“Cortez the Killer” – Neil Young

Canção do Dia: “Cortez the Killer” – Neil Young

Vem aí Festival: Super Bock Super Rock 2017

Agora é só contar os dias e as horas para mais um Festival Super Bock, Super Rock. Começa nesta quinta-feira, e durante três dias o Parque das Nações será o recinto onde muita e boa música poderá ser vista e ouvida.

“For What It’s Worth” – Buffalo Springfield

Canção do dia: For What It’s Worth – Buffalo Springfield

“Razor Love” – Neil Young

Uma balada extraordinária, ao mesmo tempo intensa e delicada, editada em Silver & Gold, de 2000.

Neil Young – Peace Trail (2016)

Um álbum que serve como banda sonora dos dias de Trump, embora nunca se assumindo totalmente, deixando-nos sempre com a incómoda dúvida sobre se Young está a apoiar o discurso do medo do novo presidente ou apenas a ser o cronista de receios que o americano médio rural sente.