J. Cole – KOD (2018)

O que é grande em KOD não são as palavras mas a cadência com que são ditas: o balanço incrível do seu rap, gingando como uma banda de funk. Cole poderia até “rappar” em mandarim. Bambolearíamos na mesma, enlaçados no seu ritmo.

Playlist da Semana: Hip Hop in the house

Playlist da Semana: Hip Hop in the house

Gorillaz – The Now Now (2018)

Onde Humanz era histeria e dispersão, The Now Now é melancolia e concisão.

Portishead – Dummy (1994)

Dummy é lúgubre mas sensual, como o decote lânguido de uma viúva chorosa.

Death Grips – Steroids (Crouching Tiger Hidden Gabber Megamix) [EP] (2017)

Steroids é um manifesto despudorado à raiva, feito por gente que é, sem sombra de dúvida, completamente fodida dos cornos. Nada nem ninguém se equipara ao que os Death Grips aqui fazem. Não aguentaríamos se tal não fosse o caso – haja misericórdia.

Kanye West: a Este do Éden em 4 Atos

Kanye West é, para muitos, uma das figuras de proa do hip-hop atual, quer como artista quer como produtor behind-the-scenes.

“The Rain (Supa Dupa Fly)” – Missy Elliott

Canção do Dia: “The Rain (Supa Dupa Fly)” – Missy Elliott

Playlist da Semana: Outono

Playlist da Semana: Outono

Vários – Língua Franca (2017)

“Língua Franca, a nossa língua portuguesa. Temos que dominar o mundo”. As palavras são do grande Senhor Caetano Veloso, a propósito deste novo disco de hip-hop.

De La Soul – And the Anonymous Nobody (2016)

Após bem sucedida campanha de fundraising os De La Soul servem música gourmet.

Canção do dia: Frontier Psychiatrist – The Avalanches

Um frenesim, uma rádio em sintonização constante tornada maestro mutante. De onde vinha este som com tanto género lá dentro que aparentava ser inclassificável? Tínhamos aprendido anteriormente, via DJ Shadow, que o diálogo entre décadas musicais era nada senão uma…

Aesop Rock – The Impossible Kid (2016)

Não vai ser fácil para o hip hop em 2016 pôr um álbum na rua tão sólido quanto este.

Canção do dia: Numbers On The Boards – Pusha T

“I might sell a brick on my birthday / 36 years of doin’ dirt like it’s earth day, GOD!” Pusha T assina a trip de ego para acabar com todas as trips de ego. Na qualidade desnivelada do primeiro registo…

Dälek – Asphalt For Eden (2016)

É finalmente primavera e parece que o sol e o calorzinho chegaram e se instalaram. Tempo perfeito, só que não. Nunca nos últimos dias quis tanto céu carregado e ventania, ou um daqueles dias de nevoeiro cerrado que parece que…

Canção do dia: Mathematics – Mos Def

  “…for all of my peoples, negroes and latinos / And even the gringos” aparece coisa de dois ou três versos introdutórios (fora o eloquente e onomatopeico “Booka–booka–booka (…) booka” inicial), e tende a marcar o tom e a pontuar…

Massive Attack – Ritual Spirit [EP] (2016)

Voltar à paciência consequente era a grande tarefa dos Massive Attack quando do seu regresso ao estúdio. Por raras vezes mostrava Heligoland, lançado há mais de meia década atrás, a centelha de génio que abrangia a totalidade da duração dos…

Kanye West – The Life of Pablo (2016)

Há uns anos, antes da Kim, do Twitter, dos ténis e de outros milhares de pedaços de folclore kanyewestiano, tudo era mais simples. Numa altura em que o hip-hop estava afastado dos vários milhões que hoje se afirmam fãs devotos,…

VULTO. – As Irmãs Reúnem (2015)

Portugal é um país geograficamente pequeno. Também noutras coisas, que não vale a pena aqui referir, somos menores que outros países chamados “desenvolvidos”. Talvez por isto seja de admirar (ou não) a quantidade de projetos interessantes que têm vindo a…