Mark Lanegan & Duke Garwood – With Animals (2018)

Mais madrugada do que noite, mais silêncio do que grito, mais peso no peito do que choro.

Playlist da semana: Adoro o som da folk logo pela manhã

Começando o percurso pelos inatacáveis Crosby, Stills Nash & Young, faremos uma viagem pelos meados dos anos 60 e início dos 70 do século XX, altura da qual saíram as grande pérolas da folk.

Belle and Sebastian – How To Solve Our Human Problems (2018)

Sob o pretexto de revisitarem o rock e a soul dos anos 60, bem como o prog e o disco dos anos 70, os Belle and Sebastian oferecem-nos mais um bonito disco, cheio de delicadeza e imaginação melódica.

Playlist da Semana: Outono

Playlist da Semana: Outono

Bob Dylan: The Bootleg Series Vol. 11: The Basement Tapes Complete (2014)

The Basement Tapes não é um disco de Dylan, é o Santo Graal. Durante décadas, devotos coleccionadores partiram na demanda das míticas gravações caseiras com os The Band, regressando sempre de mãos vazias. Quarenta e sete anos depois, pudemos finalmente…

Canção do dia: Ride, Ride – Anne Briggs

Ainda desconhecida por muitos (nem a proximidade com Bert Jansch lhe deu particular notoriedade, nos anos 60 e 70 ou agora, que tem 71 anos) Anne Briggs não deixa de ser mais um nome interessante da música folk britânica: pela sua afinada voz, indiscutivelmente, mas…

Buddy – Itasca

Daqui a alguns anos talvez se reconheça mais devidamente o trabalho que a (discreta) editora Paradise of Bachelors tem vindo a fazer na renovação da música nos territórios folk, rock e country. Ou a projecção que tem dado a alguns dos…

Bruce Springsteen and The Sessions Band – We Shall Overcome: The Seeger Sessions (2006)

É repudiar toda a carreira de um homem se lhe dissermos que o seu último disco excelente, ou, pronto, mais meiguinho, consistentemente genial de uma ponta à outra, data de 1984? Não. Mas, para ninguém me apedrejar, tenho que virar-me…

Quem quer viver na ilha de Sallim?

Se, há quase três anos, Francisca Salema (“Sallim”) não tivesse mostrado as suas canções a João Marcelo (“Éme”), através do Facebook, existiria hoje Isula, o álbum que promete marcar a música portuguesa neste ano de 2016? Ninguém sabe. Mas foi…

The Loafing Heroes – The Baron in the Trees (2016)

The Loafing Trees são um produto da globalização. Banda formada à volta do compositor, vocalista e guitarrista irlandês Bartholomew Ryan, têm existido entre Lisboa e Berlim. Nas suas fileiras militam amigavelmente a italiana Giulia Gallina, a alemã Judith Retzlik, o…

Do Mississippi a Chicago: o apogeu da história do blues

No delta do Mississippi da viragem do século XX, a extrema pobreza, as condições de trabalho duríssimas nas plantações e um abjecto regime de segregação racial criaram o caldo de sangue e de lama onde o blues rapidamente medrou. Pouco…

Good Times Bad Times: Ascensão e queda dos gigantes Led Zeppelin

Quando ouço apelidarem os Stones de “a melhor banda de rock’n’roll do mundo”, pergunto sempre para os meus botões, então e os Zeppelin, pá? Para mim, não tenho dúvidas: pela sua modernidade, a coroa vai para os últimos. A banda-sonora…

Animal Collective – Campfire Songs (2003)

Três anos depois de Spirit They’re Gone, Spirit They’ve Vanished (2000) os Animal Collective já eram outra banda. A Avey Tare e Panda Bear tinha-se juntado Geologist (Brian Weitz). Com ele, os dois rapazes gravaram dois discos, ambos ainda sem o nome…

Ilustres Desconhecidos: Vashti Bunyan

Vashti Bunyan fugiu de um conto de fadas que se esqueceu de a pedir de volta. É suspeita em quase tudo. Desde a sua face suave a quem a velhice roubou pouco ou nenhum encanto (uns olhos grandes e sonhadores, um…

Canção do dia: Rhythm Shakers – Alex Bleeker and the Freaks

“Rhythm Shakers” é um belo tema de Alex Bleeker and the Freaks (baixista dos Real Estate, aqui acompanhado por gente da estirpe de Jackson Pollis, da mesma banda, e Jarvis Tanviere dos Woods, entre outros), que com os discos Alex…

The Weather Station – Loyalty (2015)

Para mim a beleza vale cada vez mais por si mesma. Essa é uma das coisas que mais tenho sentido: que há coisas às quais há muito pouco a acrescentar, a apreender (o que implica inevitavelmente um processo de apropriação)…

The Tallest Man on Earth – Dark Bird Is Home (2015)

Desde o seu primeiro disco que Kristian Matsson não vende mais do que as suas histórias, sempre cantadas a uma voz e brilhantemente tocadas a duas mãos na guitarra. Já lá vão três álbuns e dois EP’s, todos carregadinhos de…

Altamont Entrevista: Beautify Junkyards

Já os conhecemos há quase dois anos, já os vimos ao vivo, já escutámos o primeiro álbum. Mas agora eles regressam, com o primeiro trabalho de originais (à venda a partir de 27 de Abril) e foi este o pretexto…