Canção do dia

“Realise/Obfuse” – Floating Points

Hoje vamos a outro dos grandes nomes do cartaz do NOS Alive: Floating Points. Depois de uma passagem muito bem sucedida pelo NOS Primavera Sound 2016, Sam Shepherd volta a Portugal para apresentar o seu trabalho, desta feita sem banda. Quer isto dizer que se poderá assistir pela primeira vez, em terras lusas, ao seu lado mais influenciado por deep house, bass music e por toda a cena eletrónica londrina – diferente daquilo que Elaenia (2015) ou Kuiper (2016) nos trouxeram, mas igualmente inovador e indutor de autênticas viagens mentais.

Vindas dessa tal fase menos recente e mais eletrónica de Floating Points, “Realise/Obfuse” não são uma só música, mas sim duas faixas retiradas do EP Shadows (2011). A verdade é que parecem a continuação natural uma da outra: quase nem se dá pela transição entre ambas, de tão suave que é. Aliás, como alguém aponta tão perspicazmente nos comentários do vídeo: “they sound so much better as a whole”. Por isso, fique com este pedaço de génio, inteiro e sem cortes.