Canção do dia

“Oh My Sweet Carolina” – Ryan Adams

Ele disse que a compôs num bar chamado Niagara em Niagara, que fica em Nova Iorque, e cujo dono é (ou era) um punk-rocker da cena novaiorquina. Disse que era por lá que costumava ficar, num cantinho e de cerveja na mão, a ouvir conversas de outros que ele pudesse tornar suas no papel. Disse, também, que a escreveu quando estava falido e desesperançado e essas duas ideias atravessam a “Oh My Sweet Carolina” da primeira à última frase. É uma canção de alguém que deixou a terra e a família atrás do sonho – e que está à beira de falhar. Nesses momentos, de bolsos cheios de pó e horizontes vazios, as certezas são postas em perspectiva e, sobretudo, são postas em causa. Todos os que vivem num lugar que não o seu, longe das memórias da infância e dos amigos de infância, para sempre desenraizados e fragilizados, enfim, todos os que procuram a sua casa conseguem relacionar-se com Ryan Adams.